Você viu?

Turista tenta levar como recordação bomba da Segunda Guerra em avião

Americana achou a granada de artilharia durante passeio

O projétil que a turista encontrou, limpou e queria levar consigo no avião
O projétil que a turista encontrou, limpou e queria levar consigo no avião - DW

Descrição de chapéu Deutsche Welle

Uma turista americana queria levar consigo, no avião de volta para os Estados Unidos, uma granada de artilharia da Segunda Guerra Mundial que ela encontrou durante uma visita à Áustria, afirmou a polícia austríaca nesta terça-feira (10).

A mulher de 24 anos encontrou o explosivo quando caminhava nas proximidades da montanha Dachstein, no domingo passado. Ela recolheu o objeto e, mais tarde, colocou-o dentro da sua bagagem, para levar de recordação, relatou a polícia.

Quando chegou ao aeroporto de Viena, na segunda-feira, a turista declarou à alfândega que estava levando consigo uma granada da Segunda Guerra Mundial. As autoridades alfandegárias imediatamente avisaram a polícia.

Uma equipe de especialistas foi chamada para retirar o explosivo da bagagem da turista, que foi multada pelas autoridades austríacas em 4.000 euros (R$ 18 mil) por colocar em risco a segurança pública. O incidente não causou atrasos em voos, afirmou a polícia.

Algumas partes do aeroporto foram isoladas por cerca de 15 minutos. Segundo o tabloide Krone, a mulher teria limpado a bomba no quarto do seu hotel, antes de colocá-la na mala, para que não sujasse a roupa.

Bombas da Segunda Guerra Mundial são encontradas com regularidade na Áustria e também na Alemanha, geralmente durante obras da construção civil. Equipes de especialistas são acionadas para desativá-las, o que costuma levar ao isolamento de diversas quadras ou até mesmo bairros inteiros.

DW
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem