Você viu?

Desafiando a lei do país, entidade gay russa lança calendário erótico de padres

Entidades que defendem os direitos homossexuais lançaram na Rússia um calendário erótico com fotos de padres ortodoxos seminus em igrejas ao sul de Moscou, de acordo com a agência de notícias Ansa.

"Alguns padres acreditam que o casamento de pessoas do mesmo sexo não é um sinal do Apocalipse, ao contrário do que diz o patriarca ortodoxo Kirill", disse a organização Orthodox-Calendar, que produz o calendário, em um comunicado em seu site.

A entidade ressalta ainda que o principal objetivo do calendário é "criar a primeira organização global contra a homofobia na religião ortodoxa".

Esta é a terceira edição do calendário, que recebe o nome de "Saligia", um acrônimo em latim para os sete pecados capitais.

O produto está à venda na Internet. Os criadores do calendário, no entanto, correm o risco de serem punidos devido à lei russa contra a propaganda homossexual.

A multa aos infratores pode chegar até a 1 milhão de rublos (cerca de singelos R$ 48.200), além de uma detenção de 15 dias ou a expulsão do país.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias