Viva Bem
Descrição de chapéu BBC News Brasil

Para que serve e como limpar a cera de ouvido

Nojenta? Não, a cera de ouvido é mais importante para a saúde auditiva do que parece!
Nojenta? Não, a cera de ouvido é mais importante para a saúde auditiva do que parece! - BBC News Brasil/Getty Images
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Antes de chegar à parte acessível dos ouvidos, prestes a ser limpa por nós (muitas vezes da forma errada), a cera tem funções muito importantes nos nossos canais auditivos.

É algo tão relevante que a otorrinolaringologista britânica Gabriel Jessie Weston vem pesquisando justamente as melhores e piores maneiras de limpar as orelhas.

Mas antes de chegarmos às suas conclusões sobre esses cuidados, ela enumera algumas das funções da cera produzida nas glândulas internas do ouvido —como evitar que o revestimento dos canais auditivos seque e rache, e blindar a região de sujeiras e de água, o que ajuda a prevenir infecções.

Conforme falamos, mastigamos e movemos nossas mandíbulas, a cera se move lentamente a partir do tímpano em direção ao orifício do ouvido, onde geralmente seca e cai. A cera geralmente não é um problema, mas se for produzida em excesso pode causar um bloqueio, levando à dor ou até perda da audição.

Com tantos produtos à venda prometendo remover ou limpar a cera do ouvido, Weston revela também algo que pode ser surpreendente: na maioria das vezes, nossos canais auditivos limpam-se sozinhos. Então, que tipo de cuidados nesta área realmente são desejáveis à saúde?

Embora muitas pessoas usem os cotonetes para limpar os ouvidos, as fabricantes deste item não recomendam seu uso no canal auditivo.

Na melhor das hipóteses, é algo inútil: quando usamos estes utensílios, o que realmente acabamos fazendo é enfiar a cera de volta no ouvido, fazendo muitas vezes com que chegue em partes mais difíceis de serem limpas.

Mas o uso dos cotonetes, assim como dos dedos, pode gerar problemas maiores. A cera que acaba sendo empurrada de volta para dentro do ouvido pode carregar consigo bactérias, que levam risco de infecção.

O ato também pode irritar a pele da região —fazendo com que uma pessoa toque ainda mais nessa parte, gerando um ciclo vicioso. Em alguns casos, se o cotonete for inserido muito profundamente, existe o risco de perfuração do tímpano, causando dor repentina, sangramento e perda temporária de audição.

VELAS

As velas de ouvido, ou cones, são vendidas como uma solução simples para quem deseja se livrar da cera. A técnica envolve colocar uma vela longa, fina e acesa dentro de um cone e posicioná-la dentro da orelha.

Mas estudos já mostraram que as velas de ouvido não são eficazes na remoção da cera e ainda apresentam riscos como queimaduras na região e no rosto, danos ao tímpano e resquícios de cera no canal auditivo.

GOTAS

Existem muitos produtos à venda nas farmácias, contendo ingredientes ativos como peróxido de hidrogênio, bicarbonato de sódio e cloreto de sódio, que podem amolecer ou soltar a cera, permitindo que ela siga seu curso natural.

Elas podem ser eficazes, mas podem também causar irritação em pessoas com pele sensível. Em vez disso, gotas de azeite de oliva e óleo de amêndoa parecem ser menos propensos a gerar irritação e tão eficazes quanto produtos comerciais mais caros.

Se você quiser experimentar, recomendamos que você aqueça um pouco destes óleos até atingir a temperatura do corpo e deite-se de lado. Use um conta-gotas para aplicar algumas gotas do óleo no ouvido e fique nessa posição por 5 a 10 minutos.

Se você sentir que seu ouvido ainda está bloqueado, pode ser necessário repetir o procedimento duas ou três vezes ao dia por três a cinco dias para amolecer a cera acumulada.

IRRIGAÇÃO DO OUVIDO

Sob recomendação médica, uma pessoa com problema persistente de acúmulo de cera de ouvido pode receber a indicação da lavagem com seringa ou um bulbo. A técnica envolve o uso da seringa para esguichar água no canal auditivo, de modo a remover a cera.

Pelo risco de danificar o tímpano e por ser doloroso, é importante que a adoção desse método seja acompanhada por um médico.

MICROSSUCÇÃO

Algumas clínicas oferecem o serviço de microssucção para remover a cera do ouvido. Neste procedimento, um especialista usa um microscópio para ver o interior do ouvido e depois aciona um pequeno dispositivo para aspirar a cera. Essa técnica também pode ser muito segura e eficaz na remoção de ceras persistentes.

BBC News Brasil

Da série "Trust me, I'm a doctor".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem