Televisão

Ana Maria Braga surge de cabelo rosa e diz ter se inspirado em Sakura, do mangá Naruto

Apresentadora afirma que novo visual é homenagem ao aniversário de São Paulo

Ana Maria Braga de cabelo rosa
Ana Maria Braga de cabelo rosa - Globo/Divulgação
São Paulo

Ana Maria Braga, 71, surpreendeu o público ao aparecer de cabelo rosa para apresentar o Mais Você, na manhã desta segunda (25), na Globo. Ela disse que a ideia é homenagear a cidade de São Paulo, que comemora 467 anos, na data. Depois do programa, a apresentadora revelou, por meio do Instagram, que estava usando uma peruca.

"Eu vim aqui paramentada porque a cor do ano é rosa. Lembra que no final do ano passado eu falei que era melhor entrar no ano com alguma peça cor-de-rosa? Era para trazer boas energias e tal. E por que não, né? São Paulo está comemorando a entrada de um novo ano", afirmou ela.

Em conversa com o repórter ​Fabricio Battaglini, Ana Maria disse que gosta de se reinventar e que leu uma reportagem falando que os "mangás estão com tudo". Ela contou ainda que lembrou da animação Naruto. Battaglini, então, a questionou se a sua inspiração foi a personagem Sakura, e ela confirmou.

"Adoramos esse cabelo, Ana. Você está a cara da Sakura", afirmou o repórter. ​O novo visual gerou comentários nas redes sociais. Muitos internautas elogiaram a mudança. "Ana Maria Braga está arrasando com esse cabelo rosa", escreveu uma internauta no Twitter. " E a Ana Maria Braga que apareceu belíssima de cabelo rosa hoje? Rejuvenesceu a mulher", comentou outro.

A apresentadora é conhecida por mudar bastante os cabelos. Recentemente, ela surgiu com os fios mais longos e também com um aplique de dreads.

Ana Maria Braga vai fazer uma live na noite desta segunda (25), no Instagram oficial dela, que contará com as participações do maestro João Carlos Martins, padre Antonio Maria, Monja Coen, Leandro Karnal e Nany People. A transmissão online vai marcar a abertura da exposição "A Cara de São Paulo - Personagens da Cidade", dos fotógrafos Bruno Sereno e Catarina Machado.​

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem