Televisão

Selena Gomez mostra 'perrengues na cozinha' em seu novo programa 'Selena + Chefs'

Série estreia dia 13 de agosto no HBO MAX

Cantora e atriz Selena Gomez
Selena Gomez aposta em programa de culinária - Instagram/@selenagomez
Jill Serjeant

A atriz e cantora Selena Gomez, 28, está com um projeto especial no forno durante a quarentena imposta para conter o coronavírus, e agora está pronta para compartilhar seus esforços hilários e muitas vezes vergonhosos na cozinha com o resto do mundo.

"Selena + Chef", uma série de 10 episódios sem roteiro na qual chefes famosos aparecem remotamente para ensinar Selena a cozinhar pratos que vão desde omeletes a polvo, estreia na plataforma de streaming HBO MAX no dia 13 de agosto.

A série foi gravada utilizando câmeras remotas dentro da cozinha de Gomez em sua casa na região de Los Angeles onde a cantora de "Lose You to Love Me" estava em quarentena com seus avós e mais três amigos.

"Eu acho que é algo leve, pois eu definitivamente estava ficando pra baixo", disse Gomez, a jornalistas, durante uma apresentação prévia nesta quarta-feira (5).

"Foi uma oportunidade para fazer as pessoas sorrirem. Eu espero que riam bastante, pois eu fiquei parecendo uma tonta", disse a artista, cujo número de 185 milhões de seguidores no Instagram é um dos maiores do mundo. "Eu amo cozinhar, eu só não sei como o tempo o todo".

Derramadas, queimaduras e alguns pratos não comestíveis acontecem, assim como as aparições de Antonia Lofaso, Ludo Lefebvre e Roy Choi na tela a partir de suas próprias cozinhas para ensinar a ex-estrela do Disney Channel a cozinhar macarrão, tacos, biscoitos e outras refeições.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que Gomez se envolve diretamente com outras produções. A atriz produziu a série da Netflix "13 Reasons Why" e do longa ainda sem data, "The Broken Heart Gallery". Ela fez parte do elenco de "Os Mortos Não Morrem", de Jim Jarmusch, ao lado de Bill Murray e Adam Driver.

Veja o trailer de "Selena + Chefs":

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem