Televisão

Sarah Poncio vai estrear como apresentadora sob a direção de Marlene Mattos

Diretora foi responsável pela carreira de Xuxa durante muitos anos

Sarah Poncio, que vai apresentar programa
Sarah Poncio, que vai apresentar programa - Divulgação
São Paulo

A família Poncio continua colhendo frutos da exposição que tiveram depois que episódios da vida particular de alguns membros se tornaram assunto nas redes sociais. Sarah Poncio, por exemplo, acaba de ser alçada ao posto de apresentadora.

A influenciadora digital vai ter ter um programa na plataforma Net Now. O "Na Sala da Sarah", segundo material de divulgação, vai "abordar o dia a dia de mulheres, mães, empreendedoras, jovens". "Enfim, mulheres reais, com histórias reais", conclui o texto. O programa tem previsão de estrear em dezembro.

A assessoria de imprensa de Sarah afirma que ela fez diversos cursos preparatórios e que está totalmente entregue ao novo projeto.

Outro nome ligado ao projeto é o de Marlene Mattos, que vai dirigir o programa. A diretora foi responsável pelos programas de Xuxa durante muitos anos, chegando a ser diretora de núcleo na Globo. Ela também gerenciou a carreira da loira e agenciou atletas de ponta, como Kaká.

Sarah, por sua vez, ficou conhecida nacionalmente em 2018. Na época, a cunhada dela, a atriz Letícia Almeida, revelou que a filha Maria Madalena, nascida meses antes, não era filha do cantor Saulo Poncio, irmão mais velho de Sarah.

Por meio de um exame de DNA, Letícia descobriu que a criança era, na verdade, filha do cantor Jonathan Couto (ex-integrante da boyband P9), então marido de Sarah.

A infidelidade era desconhecida até então, mas Sarah optou por continuar com o marido. "Meu esposo foi algo trazido por Deus. Aprendi a amá-lo e respeitá-lo. Meu marido é um bom homem”, comentou Sarah.

Atualmente, há rumores de que os dois estão enfrentando uma crise no casamento, mas nada foi confirmado por nenhuma das partes até o momento. Os dois são pais dos meninos Josué, João e José.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem