Televisão

Dupla de Florianópolis e Rio Grande do Norte encerra rodízio de apresentadores do JN

Mário Motta e Lídia Pace estarão na bancada neste sábado (30)

Mário Motta, de Florianópolis, e Lídia Pace,  do Rio Grande do Norte, no JN
Mário Motta, de Florianópolis, e Lídia Pace, do Rio Grande do Norte, no JN - Globo / João Cotta
São Paulo

Os jornalistas Mário Motta, da NSCTV de Florianópolis, e Lídia Pace, da InterTV do Rio Grande do Norte, formam neste sábado (30) a última dupla a apresentar o Jornal Nacional aos sábados. 

Será o fim do rodízio de apresentadores do JN, pela comemoração dos 50 anos do jornalístico. O revezamento levou ao ar nomes de 26 estados do país e do Distrito Federal e acontece desde 31 de agosto. 

Motta é apresentador do Jornal do Almoço de Santa Catarina há 33 anos. E será a 28º pessoa a sentar na bancada.  

“A responsabilidade de estar na bancada do JN só não é maior do que a minha emoção, especialmente por representar todos os demais âncoras das afiliadas”, diz Mário Motta.

Já Lídia afirma que este será o seu maior desafio profissional. “Participar do projeto e representar o meu Rio Grande do Norte no principal telejornal do país é uma emoção sem tamanho. Um presente na carreira, aprendizado, superação, meu maior desafio profissional. É uma honra encerrar esse projeto que deu orgulho ao Brasil inteiro”, comenta ela.

Nesse revezamento, pela primeira vez um jornalista assumidamente gay sentou na bancada do Jornal Nacional em 50 anos: Matheus Ribeiro, 26

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem