Televisão

Fernanda Paes Leme relembra carreira e diz que personagem em 'Malhação' é intragável

A atriz retorna à Globo depois de ficar seis anos afastada de novelas

A atriz Fernanda Paes Leme que interpreta Solange em 'Malhação - Vidas Brasileiras'

A atriz Fernanda Paes Leme que interpreta Solange em 'Malhação - Vidas Brasileiras' Estevam Avellar/Globo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

Como ela carrega o peso de tantas características intragáveis ninguém sabe. Mas o fato é que Solange, personagem de Fernanda Paes Leme em “Malhação - Vidas Brasileiras” (Globo) chegou recentemente à trama para azedar a vida pessoal e profissional dos alunos e funcionários do Colégio Sapiência.

Desde que entrou na novela, a supervisora já tentou cortar o benefício de bolsistas, aplicou provas inesperadas aos alunos, destilou preconceitos, grosserias, e agora conseguiu o que mais queria: beijar Rafael (Carmo Dalla Vecchia) e deixar a professora Gabriela (Camila Morgado), ex-namorada dele, arrasada.

Fernanda Paes Leme afirma que o público está odiando Solange: "Recebo muitas mensagens dizendo: detesto a Solange, mas adoro você. Fico feliz com essa repercussão". A atriz diz ainda que é impossível defender sua personagem. "Ela é intragável, abusa do poder, não tem empatia, é egoísta e preconceituosa.”

Além de marcar o retorno de Fernanda Paes Leme a uma novela da TV Globo –a última foi em "Salve Jorge" (2012-2013)–, o trabalho em “Malhação” evidencia o amadurecimento da atriz, que estreou em 1998 no especial de fim de ano “Sandy & Júnior” (Globo). A atração se tornou um seriado teen no ano seguinte, que durou até 2002.

"Impossível estar no ambiente de 'Malhação' e não lembrar da época do seriado 'Sandy & Junior', quando fazia parte do elenco jovem e era a aluna Patty. Agora, a minha personagem é a supervisora da escola”, afirma a atriz.

Ela ressalta que vive um momento especial, que estava com saudade do ambiente do set e que viver Solange foi um feliz reencontro com os colegas de profissão. "O tempo passa, né? Outro dia, mostrei para uma parte do elenco de 'Malhação' um episódio da série 'Sandy & Junior', que vários não conheciam. Bate uma nostalgia boa, mas é bom me ver onde estou hoje, mais madura."

"SUCESSO É PODE ESCOLHER O QUE QUERO FAZER"

Com referência ao seu signo, gêmeos, Fernanda Paes Leme diz que "tem lá seus altos e baixos", mas que nem de longe tem a ver com Solange. Até porque, segundo ela, a amargura da personagem não tem a ver com um estado de espírito, mas sim com uma falha de caráter. "Eu sou astralizada, sensitiva, então me adapto bem a maioria dos ambientes."

Paes Leme, que está solteira na vida real, faz suspense quando questionada sobre o futuro amoroso da supervisora do Colégio Sapiência: "Isso ainda é um mistério para mim também".

Com 21 anos de carreira e um currículo que une trabalhos em TV aberta e fechada, teatro, cinema e internet, Fernanda Paes Leme diz qual é a sua definição de sucesso: "Poder escolher o que eu quero fazer".

E o que ela quer fazer é trabalhar como atriz e também como apresentadora, função na qual estreou em 2014, no reality Superstar (Globo). "Amo apresentar, assim como amo atuar. Não faço distinção entre um e outro Assim que terminar ‘Malhação’, eu começo a gravar a quarta temporada do 'Desengaveta' [GNT], que estreia no segundo semestre."

No programa, Paes Leme leva outros artistas a se desfazerem de peças de roupas e sapatos que não utilizam mais e repassá-los para doação. A atriz diz que precisava também resignificar seus próprios excessos, e que o primeiro passo foi criar o Bazar Fê Paes Leme, que já vai para sua sexta edição.

"Mudei o meu olhar em relação ao consumo e abri o leque também para outras áreas. Passei a conhecer o projeto de pessoas superengajadas em salvar o planeta, como o da Fe Cortez, embaixadora da ONU Meio Ambiente e criadora do ‘Menos 1 Lixo’."

A relação da apresentadora com a sustentabilidade começou há cinco anos, quando precisou encaixotar suas coisas para mudar de casa. "Só de calça, tinha oitenta. Ninguém usa e nem precisa de tanto. Assim nasceu o meu bazar e passei a me engajar mais nestas questões sustentáveis."

Para ela, o programa no GNT uniu o útil ao agradável, já que sempre gostou de se comunicar e de expor suas ideias. "O 'Desengaveta’ mostra essa verdade e espontaneidade. Poder transformar entretenimento em algo maior, que ajuda as pessoas, faz todo sentido para mim.”

O engajamento de Paes Leme vai além da sustentabilidade. Ela conta que é apoiadora da Ampara Animal (Associação das Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados) há três anos. Agora, ela faz parte da campanha Sinta Na Pele, que reuniu um time de artistas em ensaios fotográficos representando animais que sofrem maus-tratos.

“No meu caso, represento os ‘Depenados’, aves que têm a plumagem arrancada para virar adereço de Carnaval, justamente para uma época muito feliz do ano. Precisamos falar dos direitos dos animais e sobre a dor deles. E não só neste período. É preciso nos atentarmos à indústria dos travesseiros e camas feitos com penas de ganso, por exemplo."

Além das atrações na TV, Fernanda Paes Leme está em dois filmes este ano nas telonas: "Cinderela Pop", protagonizado por Maisa Silva e dirigido por Bruno Garotti, que estreou na última quinta (28). No longa, ela interpreta Patrícia, a madrasta de Cinderela. Paes Leme também está no elenco de “Quatro Amigas Numa Fria” (Roberto Santucci), ainda sem data específica de lançamento, como a personagem Karen.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem