Televisão

'Meu vestido subia a cada respirada', diz Carla Diaz sobre figurino sensual de Carine em 'A Força do Querer'

 Carla Diaz caracterizada com Carine em "A Força do Querer"
Carla Diaz caracterizada com Carine em "A Força do Querer" - Divulgação


Vestidos decotados, curtos e colados ao corpo, unhão, cabelos até a cintura e maquiagem chamativa. É assim que Carla Diaz, 26, chega ao set de gravações de "A Força do Querer" (Globo) todos os dias.

"Estava observando a minha arara [no camarim]... Quase não tem pano", afirma a atriz ao "F5".

Com estilo totalmente diferente da personagem, a "novinha" da trama de Gloria Perez diz que sensualidade, para ela, não tem a ver com mostrar o corpo o tempo todo. "Todo mundo tem um lado sensual. Acho que depende do momento", diz.

Diaz, que fez um ensaio sensual para a revista masculina "Vip" em 2011, afirma não tem pudor quando o assunto é trabalho, mas costuma cobrir o figurino de Carine com um roupão no intervalo entre as cenas.

"Eu não uso roupas curtas como a Carine. Estava o tempo todo de roupão [durante os intervalos], morrendo de frio e de vergonha, no meio de um monte de homens da equipe técnica e com um vestido que subia a cada respirada que eu dava. Mas eu tenho que levar isso de boa, porque a personagem pede. Então não vou ficar incomodada."

Carine entrou para a trama das 21h da Globo há um mês. A personagem veio para abalar o relacionamento de Rubinho (Emílio Dantas) e Bibi (Juliana Paes).

"Carine vai causar, e ela não tem medo. É uma garota muito forte, que sabe o perigo que está correndo, mas não está nem aí", disse a atriz.

Além do figurino, Diaz colocou aplique nos cabelos, para que os fios alcançassem a cintura, e precisou se acostumar com o comprimento exagerado das unhas.

"Mudei tudo. Nada é da Carla. As unhas são estilosas, e a Carine trabalha em salão de beleza, então tinha que ter esse cabelão. Ela também usa brincão, várias pulseiras no braço, e tenho certeza que bem de longe as pessoas conseguem ver minha boca rosa", diz.

Radiante com o novo trabalho, a atriz conta como foi receber o convite para integrar o elenco de "A Força do Querer": "Fiquei super feliz, foi inesperado. Imagina uma pessoa feliz. Agora multiplique por milhões. Sempre quis fazer uma novela da Glória de novo, depois de 'O Clone'."

A paulistana Carla Diaz começou na televisão com apenas 2 anos de idade, fazendo filmes publicitários. Aos 4 fez sua primeira novela, "Éramos Seis" (SBT). Ficou conhecida pelo público em 1998, ao interpretar a órfã Maria, em "Chiquititas". Em 2000, integrou o elenco de "Laços de Família" (Globo), como Raquel. Juliana Paes também estava na trama, como Ritinha. Em 2001, ela estourou em "O Clone" (Globo) como a pequena Khadija.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias