Televisão

Dudu Camargo é acusado de agressão por jovem e diz que vai processá-lo


Aos 18 anos, Dudu Camargo estreou como apresentador do "Primeiro Impacto", jornal matutino do SBT
Dudu Camargo apresenta o "Primeiro Impacto" no SBT - Reprodução/YouTube


O apresentador Dudu Camargo, 19, está sendo acusado por Robert Oliveira, 19, que diz ser seu ex-namorado, por suposta agressão e abuso. Camargo, atualmente à frente do "Primeiro Impacto", jornal do SBT, nega.

A acusação surge após a polêmica participação de Dudu no "Programa Silvio Santos" no último domingo (18). Silvio sugeriu que ele e a apresentadora Maisa, 15, que também participava da atração, formassem um casal.

"Eu o conheço como o ex abusivo que fez coisas imperdoáveis", diz Oliveira em texto divulgado na rede social Facebook nesta quarta (21). A publicação já tem mais de 40 mil compartilhamentos. "Ele estava vidrado em ser um astro da TV que esqueceu que tinha um relacionamento e começou a me tratar como lixo, até que ele me machucou feio, arranhou meu braço e deixou uma cicatriz em uma de nossas brigas."

Cristian Gomes, assessor de Camargo, diz que, apesar de se conhecerem, eles não mantêm nenhum tipo de relação próxima. "O Dudu não é gay. Ele é heterossexual e já falou sobre isso muitas vezes". Em nome de Camargo, Gomes também nega as acusações de agressão e abuso.

"Vamos nos reunir com o advogado para discutirmos as medidas legais cabíveis. Provavelmente, vamos entrar com processo de calúnia e difamação. O Dudu não vai rebater esse assunto e suas atividades profissionais seguem normalmente".

O SBT informou que não se pronuncia sobre a vida pessoal dos artistas. Oliveira não respondeu aos pedidos de entrevista da reportagem.

O CASO

No programa, após a sugestão de Silvio Santos, Maisa afirmou que "não estava ali para arrumar namorado". "Se for para isso, eu posso ir embora", disse.

Diante de uma nova insistência do apresentador, Maisa rebateu: "Isso é um ultraje, é constrangedor você me submeter a uma situação dessas. Estou aqui para jogar o jogo. Vamos jogar?".

Nesta terça (20), diante da repercussão gerada pelo caso, Maisa recorreu às redes sociais para se pronunciar sobre a polêmica. "Vivemos em uma sociedade onde a mulher muitas vezes não tem voz e precisa lutar com situações constrangedoras e brincadeirinhas todos os dias. Quando uma menina de 15 anos não aceita qualquer brincadeira ou comentário, e se posiciona, causa espanto. E muita gente se sente no lugar de tentar repreender tal atitude como se me conhecessem, ou se fossem meus pais".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias