Televisão

'Não pode ter vaidade na comédia', diz Dani Calabresa

Dani Calabresa quer vida longa para o “Zorra”, que estreia sua segunda temporada pós-reformulação neste sábado (9).
 
Ainda mais depois de ter classificado como "muito bom" o primeiro ano do novo formato do humorístico. A atração, agora, tem uma proposta de piada inspirada no cotidiano em vez dos quadros com personagens fixos e bordões do “Zorra Total”. Aliás, em comum as duas atrações têm apenas parte do título.
 
“São propostas diferentes. O outro programa era bem colorido, tinha bordão. A pessoa a que assistia queria ver as personagens dos quadros fixos. Esse programa é muito rápido. Tem essa sensação da surpresa, do novo e de brincar com temas atuais, afirma a atriz ao “F5”.
 
Se o programa tivesse estreado na semana na qual a Glória Pires fez o comentário do Oscar, ela provavelmente viria participar. A gente tem esse frescor que não tinha nos quadros fixos”, explica.
 
Uma das características do “Zorra Total” abolida pelo novo formato são as piadas que objetificavam a mulher, para o alívio de Dani e de suas colegas de elenco.
 
"O ‘Zorra’ antigo tinha piada com mulher pelada que, eu, particularmente, não acho graça, mas os homens talvez gostem. A proposta desse é não ter, graças a Deus, porque eu não tenho condições de ficar de biquíni", brincou a mulher de Marcelo Adnet.
 
“O que não pode é ter vaidade, porque para a comédia é legal se expor ao ridículo. A gente tem que ter um desprendimento de fazer uma velha, uma mendiga, um homem. Não tem que ter uma preocupação de ficar gata ou gostosa", completou.
 
Outra novidade trazida pelo novo “Zorra” é a possibilidade de o elenco participar de outros projetos enquanto está no ar com o humorístico. É o caso de Luis Miranda e George Sauma, que fazem parte do elenco de “Mister Brau”, e quase foi o caso de Dani Calabresa, uma das atrizes cotadas para substituir Monica Iozzi no “Video Show”.
 
“Eles até falaram comigo para fazer um teste, só que eu fui contratada para o ‘Zorra’, e a gente grava todos os dias. Eu não conseguiria conciliar. Mas fico feliz por ter sido considerada. Já fiz programa de bancada com o Bento Ribeiro na MTV, e devem ter pensado que eu teria uma química boa, mas às vezes, não batem os horários”, explicou.
 
A humorista ainda não recebeu convite para participar da nova série que Miguel Falabella está escrevendo, ainda em fase de desenvolvimento, mas torce pela oportunidade de trabalhar com o ator.
 
Outra parceria que Dani Calabresa gostaria de formar na Globo é com o marido, Marcelo Adnet, mas ainda não há previsão de um projeto para o casal.
 
“As pessoas não juntam os casais na mesma sala só porque são casados. Por coincidência nós dois somos comediantes, gostamos de trabalhar juntos e eu acabei de entrar. Acho que a Globo tem planos individuais para cada um”, avaliou.
 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias