Televisão

TOP 5 - Relembre os discursos mais esquisitos de Bial no 'BBB15'

Misture reflexões de Adrilles, algumas palavras do vocabulário de Cézar e uma citação de escritor ou personagem histórico. Está pronto um discurso de eliminação do "BBB15", no inconfundível estilo Pedro Bial.

Trocadilhos duvidosos, comparações incompreensíveis e até uma lasanha (?) fizeram parte das composições do apresentador na 15ª temporada do programa. Nem os participantes, nem o público entenderam, mas todo mundo adorou.

Cézar confirma favoritismo e vence o 'BBB15' com 65% dos votos
Amanda é segunda colocada do 'BBB15'; relembre a trajetória dela no programa

No dia seguinte à consagração de Cézar como grande campeão do reality show, o "F5" selecionou os discursos mais esquisitos de Bial nesta edição. Foi difícil, mas conseguimos.


FERNANDO x AMANDA

O último discurso de eliminação do "BBB15" nos apresentou um trocadilho aparentemente impossível entre as palavras "malandro", "falando" e "Fernando" —até o eliminado riu ao ouvir a pérola.

"Se a força da gravidade tivesse nome de homem, bem que poderia ser o seu, em gerúndio. Tamanho magnetismo, tanto tanto encanto, quebrou, fez-se quebranto, virou do avesso. O anel que propuseste era vidro. O amor que tu tinhas... ah, o amor. Arregace a pele agora, prepare a casca, vista seu melhor sorriso, você vai precisar dele. Vem malandro, você sabe de quem eu tô Fernando."


ADRILLES x CÉZAR

"Pregar no deserto é negar o deserto" pode ser o grande segredo da vida. Pena que não ficou muito claro para Adrilles. O poeta deixou a casa confuso.

"Não se arrependa. Pregar no deserto é negar o deserto. E como disse aquele príncipe que você tanto ama, há uma providência especial na queda de um pardal. Se tiver de ser agora, não está para vir. Se estiver para vir, não há de ser agora. E, se não for agora, mesmo assim há de vir. O estar pronto é tudo. Se ninguém conhece nada daquilo que deixa, o que importa deixar um pouco antes? Seja o que for. Foi."

ALINE x AMANDA

A rivalidade entre as duas candidatas a namorada de Fernando rendeu um engraçadíssimo texto, que eliminou Aline do reality show.

"Se eu fosse você, saía com discurso na ponta da língua, na ponta do bico do sapato de salto alto, mirando a ponta do ouvido da outra, atirando antes de perguntar e andando para a resposta. Se eu fosse você, já partia dizendo: 'Partiu, minha querida. Você tem 0% de chance de arrumar o bom marido que está aqui ó, no meu bolso, furando seu olho e a fila de meus pretendentes'. Está tudo aqui, na ponta da língua, no ponto do ombro onde a marca de batom lembra aquele beijinho."


DOUGLAS x ADRILLES

No discurso, Bial pediu que os participantes completassem seus pensamentos. Nem todos conseguiram. "Mundo, mundo, vasto mundo, mesmo se tu se chamasse Raimundo...". "Esqueci", disse Adrilles, que permaneceu na casa.

"Um poeta sabe que finge tão completamente, que finge até a dor que... E o motoboy sabe que cair da motoca é comprar... Motoboy e poeta vivem no paredão. Adrilles, é a hora última. Quem pagará o enterro e as flores se tu morrer de amores? Entre as filas de carros engarrafados, Douglas inventa um... Para esses dois, a corda da forca é gravata. Costurada entre os carros é pouco para o mais atrevido piloto, o cachorro... Não tem jeito. Nesse mundo, mundo, vasto mundo, mesmo se tu se chamasse Raimundo..."

FINAL

Lasanha, ponta de baixo, lereia populista... O texto que consagrou Cézar campeão do "BBB15" foi quase tão incompreensível quanto os discursos que se tornaram a marca do "brother" no programa.

"A lasanha que Cézar nos serviu foi composta de camadas e camadas de clichês, mas o resultado foi absolutamente original. Tudo artifício, tudo verdade. (...) Jeca Tatu vermifugado do século 21, pós-Odorico Paraguaçu, turbo sulista. Nele, o populismo é caricaturado pela ponta de baixo, pela ponta que recebe o discurso demagógico. É o objeto, a vítima da demagogia que se apropria da lereia populista, a devora e regurgita."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias