Televisão

Thiago Lacerda acha que vilão carente de 'Alto Astral' pode se redimir através de amante

Fazendo uma pausa no tipo galã que o consagrou com o vilão Marcos de "Alto Astral" (Globo), Thiago Lacerda acha pouco provável que o público caia de amores pelo personagem, que faz de tudo para atrapalhar a vida do irmão adotivo, Caíque (Sérgio Guizé).

"Ele passa a trajetória da novela inteira tentando de alguma forma prejudicar essa figura que roubou dele as coisas mais preciosas que ele podia ter na vida, que é a atenção, o amor, o afeto da mãe e do pai, da namorada e dos amigos. Ele é um cara carente, difícil de aturar, complicadinho", adianta Lacerda.

A disputa entre irmãos subiu alguns tons com a formação de um triângulo amoroso com a mocinha Laura (Nathália Dill), que é noiva de Marcos e pela qual Caíque se apaixona. O ator acredita, entretanto que, para seu personagem, a preservação do relacionamento com Laura é mais uma questão de posse do que de amor.


"A disputa pela heroína da história é uma coisa que eu nem sei explicar. Mas existe um motivo pelo qual ele quer essa figura e não é amor. Nos capítulos fica claro que não é um interesse afetivo", explica.

Mesmo com a novela ainda no início, o ator já tem suas apostas sobre os caminhos que Marcos pode tomar. Um deles seria a redenção através do relacionamento com a secretária Sueli (Débora Nascimento), sua amante e cúmplice.

"É aquela situação clássica de uma menina de classe social inferior que se entrega para essa figura. Ele mantém isso através de uma relação sexual, mas vira uma simbiose, uma espécie de cúmplice, alguém com quem ele divide, mas não confia. No final, talvez essa personagem seja um canal de transformação para o Marcos", aposta.

O ator comentou também sua perda de peso, que não foi uma exigência para o papel, mas uma vontade sua depois de se sentir fora de forma.

"Comecei a ter muito problema, queria jogar meu vôlei e tinha dor", explicou. "Eu fui atleta e o ator é um pouco atleta, então emagreci um pouco, sem loucura. Voltei a correr, a pedalar, sem dieta exagerada. O importante é o corpo estar ajeitadinho para aguentar o rojão da novela".

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem