Televisão

Repórter Vesgo conta como foi entrevistar candidatos durante cobertura eleitoral do 'Pânico'

Conhecido pelo humor debochado, o "Pânico na Band" participou da cobertura eleitoral tentando buscar um outro olhar os candidatos.

Ciente que seu público tem uma grande parcela de jovens, Rodrigo Scarpa, o Repórter Vesgo, acredita que o programa consegue fazer uma ponte entre o assunto e essa faixa etária.

"Por causa do humor, nós temos uma liberdade que o 'jornalismo sério' muitas vezes não tem. Nós fizemos muitas perguntas que os candidatos não queriam responder", filosofou Vesgo em entrevista ao "F5".

Um episódio que ele relembra com orgulho durante as Eleições de 2014 é uma exclusiva com Aécio Neves (PSDB) que só ocorreu porque eles conseguiram convencer o dono do bar a deixá-los a se vestir de atendente e "trabalhar" no balcão do local.

O comediante ainda relembra, aos risos, o susto que deu em José Serra (PSDB) e que foi levado com bom humor pelo candidato.

Crédito: Divulgação Rodrigo Scarpa, o Repórter Vesgo do "Pânico"
Rodrigo Scarpa, o Repórter Vesgo do "Pânico"

Ao falar qual candidato foi o mais acessível, Vesgo rapidamente cita Luciana Genro (PSOL). "Marina [Silva (PSB)], Levi [Fidelix (PRTB)], Luciana [Genro (PSOL)], Aécio [Neves (PSDB)] todos foram muito solícitos. Só Dilma não falou com a gente".

"Quem não deve não teme", emenda ao citar da permanente recusa da candidata petista e do ex-presidente Lula de falarem com o programa.

Ao ser questionado em quem votaria, Vesgo desconversa mas diz tem se informado muito e acompanhado os recentes escândalos Petrolão.

"Em 2013 ficou todo mundo falando que 'o gigante acordou' e cadê esse gigante agora?", reflete.

Ele não sabe se conseguirá votar já que ainda vota em Minas Gerais e deve entrar ao vivo no domingo (5).

"Se a produção me liberar vou tentar ir para Minas para votar e voltar correndo para São Paulo".

Vesgo encerra com um recado para os jovens: "Não deixem o gigante morrer. Analisem bem os candidatos, se informem sobre os escândalos que estão acontecendo e votem consciente!".

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem