Publicidade

Mulher de Marcelo Tas acha que sua personagem pode ser a assassina de 'O Rebu'

20/07/2014 - 10h03

Publicidade

LOUISE SOARES
COLABORAÇÃO PARA O "F5", DO RIO

Em novelas com tramas do tipo "quem matou?", antes da revelação do verdadeiro culpado, os vilões são os primeiros suspeitos a serem levantados e, por isso mesmo, os mais previsíveis. Mas, para causar surpresa no público, não é raro lançar a culpa em outro personagem, até então aparentemente inofensivo.

Para a atriz Bel Kowarick, a estratégia pode vir a se repetir em "O Rebu" (Globo) com sua personagem, a discreta Lídia, mulher do empresário Carlos Braga (Tony Ramos). A atriz acredita que sua personagem pode ser a responsável pelo corpo que aparece boiando na piscina durante a festa na casa da empreiteira Angela Mahler (Patrícia Pillar).

"Essa festa é uma guerra e nós estamos de um lado da guerra e tem os inimigos do outro lado. Ela poderia matar para proteger o patrimônio dela, a felicidade dela e o amor dela e ela poderia matar para tentar incriminar outra pessoa que ela acredita que pode atrapalhar", disse Bel em entrevista ao "F5".

A atriz descreve o casamento de Lídia e Carlos Braga como absolutamente estabelecido e amoroso e indica que a dedicação da personagem à família e ao marido poderia ser a principal motivação para ela cometer o crime, especialmente com um dossiê sobre as fraudes cometidas por Braga no comando da Mahler Engenharia circulando pela festa com Bruno (Daniel de Oliveira).

"Ela é uma mulher que está o tempo inteiro do lado do marido, tentando preservar o que é dela e o que é do casal e o que é da família dela. Ela é capaz de fazer qualquer coisa para preservar essa relação, esse amor", avaliou.

Em seu primeiro papel na televisão e com carreira já estabelecida no teatro, Bel elogia a parceira com Tony Ramos e afirma que a escalação para a novela das 23h só lhe trouxe alegrias. Casada na vida real com o apresentador Marcelo Tas, com quem tem dois filhos, de 13 e 8 anos, a atriz tem achado difícil manter a rotina de ponte aérea para as gravações no Rio de Janeiro.

"Moro em São Paulo e a gente nunca teve uma rotina muito regular. O Marcelo viaja muito e eu sempre fiz teatro, viajei em turnê e mesmo estando em São Paulo ficava ensaiando até tarde. Tem sido novidade mais para mim, mas quando eu volto eles estão lá", disse a atriz.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha