Publicidade

Remendado na mesa de edição, 'Vem Aí', da Globo, perde 20% de audiência em 2014

04/04/2014 - 00h00

Publicidade

DE SÃO PAULO

A Globo abusou da edição para consertar os diversos erros ocorridos durante a gravação do "Vem Aí", evento de lançamento da sua programação na última quarta-feira (2), em São Paulo.

Televisionado na noite desta quinta-feira (3), a atração contou com pouco mais de uma hora de duração. Tempo bem menor do que sua realização, quase três horas.

Na versão exibida depois da novela "Em Família", como era esperado, os problemas —falta de marcação, ensaio, falha de microfones e piadas sem graças— desapareceram.

Tampouco os atritos entre direção e artistas, que optaram por improvisar o texto, como Miguel Falabella e Fernanda Torres, entre outros.

Na gravação, Falabella, que deveria fazer uma deferência à última temporada de "A Grande Família", foi podado e se mostrou visivelmente irritado.

As falhas e broncas dos músicos também foram suprimidas.

Zeca Pagodinho, que não havia sido avisado sobre a hora de sua entrada no palco e revelou o erro, mal apareceu na edição final. O musical de Arlindo Cruz, Péricles, Mumuzinho e Leandro Sapucay também precisou ser refeito.

Para costurar a falta de ritmo do especial, planos gerais da plateia de famosos foram inseridos entre os anúncios do "Vem Aí".

A edição também suprimiu a tirada de Faustão, que fez questão de dizer que não enrolava no palco e foi ágil ao falar das novidades de seu "Domingão".

Um dos destaques da noite foi o grande número de menções ao beijo gay de Félix (Mateu Solanos) e Niko (Thiago Fragoso), em "Amor à Vida".

A trama de Walcyr Carrasco, encerrada em janeiro, teve mais espaço no lançamento da nova grade da Globo do que a atual novela das 21h, "Em Família".

O "Vem Aí 2014" teve prévia de 20 pontos no Ibope, contra 8 do SBT e 4 pontos da Record e da Band. Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.

Em 2013, o mesmo evento, marcou 25,3 pontos de média. Uma queda de 20% de audiência.

PROGRAMAÇÃO

Como novidades da programação, a Globo anunciou a terceira temporada do "The Voice Brasil", que estreará em setembro. A volta do "Na Moral", com Pedro Bial, e o retorno de "Amor & Sexo" também foram assegurados.

No campo da dramaturgia, o remake de "O Rebu", trama de 1974, será exibido no horário das 23h. Patrícia Pillar, Tony Ramos, Sophie Charlotte, Jesuíta Barbosa, Maria Flor, Júlio Andrade e Cássia Kiss integram o elenco.

Às 18h, outro remake, "Meu Pedacinho do Chão" —que estreará na próxima segunda-feira (7).

"Geração Brasil" vai substituir "Além do Horizonte", às 19h, com Murilo Benício, Cláudia Abreu, Taís Araújo, Isabelle Drummond, Luís Miranda e Renata Sorrah, entre outros.

"O Caçador", com Cauã Reymond e Cleo Pires", e "2ª Dama", com Heloísa Périssé, são as novas séries. "Tapas & Beijos" e "Pé na Cova" também continuarão no ar.

Outros programas que voltam com novos quadros são "Caldeirão do Huck", "Estrelas", "Domingão do Faustão", "Esquenta", "Altas Horas", "Mais Você", "Encontro com Fátima Bernardes", "Profissão Repórter" e "Globo Repórter".

O ex-jogador Roberto Carlos se junta ao time de comentaristas da Globo para a Copa do Mundo.

O quadro "Planeta Extremo", com Clayton Conservani, que já passou pelo "Fantástico" e pelo "Esporte Espetacular", vai virar atração solo, em nove episódios.

O "Vem Aí" terminou com a exibição do novo logotipo da emissora, que recebeu linhas mais clean.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha