Televisão

Rômulo Neto diz o que tem em comum com vilão de "Sangue Bom"

Rômulo Neto, 26, sabe que Tito, seu personagem em "Sangue Bom" (Globo), não é flor que se cheire.

"O Tito teve pouco afeto da família e dos pais", justifica o ator. "Ele não adquiriu valores importantes para a convivência na sociedade, para uma convivência pacífica."

"É um cara que não mede as consequências de seus atos", afirmou. "Ele tem uma energia muito forte."

Na trama, Tito é filho mimado de Wilson (Marco Ricca) e Damáris (Marisa Orth).

Na sinopse da novela, ele é descrito como um predador "do tipo que seduz, enlaça e mói a presa".

Entre suas principais "diversões", está assediar a empregada de sua casa, Sheila (Nanda Lisboa).

"Ele se aproveita dela sexualmente por estar em uma posição de funcionária da casa dele", explica. "Mas não só dela como de muitas mulheres."

Na trama, ele também já agarrou à força Renata (Regiane Alves) no momento em que ela, noiva, escolhia o vestido para se casar com Érico (Armando Babaioff).


Rômulo admitiu que, apesar de estar interpretando um personagem que pode ser interpretado como vilão, tem características parecidas com Tito.

"Eu sou impulsivo, o Tito é muito impulsivo", comparou. "Eu trabalho isso na minha vida, o Tito não trabalha esse lado por falta de maturidade."

"Eu já trabalho isso há muito tempo e tento não manifestar tanto em algumas questões", revelou. "Apesar de em muitos momentos da minha vida a impulsividade ser muito importante."

O ator, que fez teste para a novela, também contou que seu retorno à Globo, após um período na Record, está sendo "natural".

"O meu retorno está sendo orgânico", afirmou. "Foi no momento certo, na hora certa."

Ele também comentou o namoro com a atriz Cleo Pires, 30, de quem diz receber ajuda com alguns textos.

"Estamos vivendo o presente", contou. "Estou muito feliz."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias