Música

Piano raro que Lennon usou para compor músicas do 'Sargent Pepper's' vai a leilão

Fabricante tinha Mozart e Beethoven como clientes

John lennon próximo de seu paino
Peça fabricada no século 19 pode ser arrematada por mais de 1 milhão de dólares - Reprodução/GottaHaveRockandRoll
Fabiana Schiavon
São Paulo

O site Gotta Have Rock and Roll vai leiloar o piano utilizado por John Lennon (1940-1980) na época em que compôs canções para o álbum "Sargent Pepper's Lonely Hearts Club Band", dos Beatles, lançado em 1967. 

O lance mínimo para a peça é de US$ 575 mil (mais de R$ 2 milhões), mas a expectativa é que o piano seja vendido por US$ 1 milhão (mais de R$ 3 milhões). O leilão será aberto no dia 10 de abril e vai até o dia 19 do mesmo mês. 

O próprio piano já é raro por ser uma peça de 1872, produzida pela empresa John Broadwood & Sons, fundada em 1728. A loja tinha como clientes Mozart e Beethoven.

Há uma placa dourada no piano registrando que canções como "A Day in the Life", "Lucy in the Sky With Diamonds", "Good Morning, Good Morning" e "Mr. Kite" foram compostas nele. 

Lennon mantinha o piano em Kenwood, residência onde morou nos anos 1960, no estado de George's Hill, na Inglaterra. O músico tinha dois pianos à sua disposição na casa. Segundo o site de leilões, os anos que Lennon morou lá foram um dos mais produtivos da carreira dele. 

Depois de vender a propriedade em Kenwood, Lennon levou o piano para Tittenhurst Park, onde foi viver com Yoko. Antes de morrer, ele deu o piano de presente a um amigo. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias