Música

Italiana Rita Pavone, do sucesso 'Datemi un Martello,' volta ao Brasil depois de 50 anos

Cantora fará shows em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre

A cantora italiana Rita Pavone
A cantora italiana Rita Pavone - Divulgação

Descrição de chapéu Agora
Fabiana Schiavon
São Paulo

Há mais de 50 anos, a cantora italiana Rita Pavone esteve no Brasil e se apresentou no antigo Teatro Record, em São Paulo. Na época, a música italiana estava em seu auge, e ela havia estourado com a canção "Datemi un Martello" em todo o mundo.

Agora, aos 72 anos, Rita retorna aos palcos da capital, no Tom Brasil, para lembrar dessa época e mostrar seu repertório mais recente. O show "Rita Is Back" (Rita Está de Volta) acontece em 17 de maio e há poucos ingressos ainda à venda.

"Estou muito feliz e animada por voltar a um país que me amou tanto. Eu escrevi sobre o Brasil em minhas duas autobiografias. Há páginas inteiras dedicadas ao país e aos meus extraordinários fãs brasileiros", conta.

A cantora diz que espera surpreender o público com o novo show. O seu disco mais recente é "Masters" (2013). São 30 faixas com músicas inéditas e regravações, em que ela faz uma homenagem a artistas de quem é fã desde a adolescência, como Fats Domino (1928-2017), Bobby Darin (1936-1973), Tony Bennett e Burt Bacharach, entre outros.

Quem curtiu os anos 1960 e só conhece Rita por "Datemi un Martello", lançada em LP compacto em 1964, poderá ter a chance de saber mais sobre a cantora. "Essa música foi um grande sucesso em muitos países, mas só no Brasil ela se tornou a minha música de assinatura. A canção que mais me identifica no mundo é 'Cuore'", diz Rita.

A faixa do disco "Non È Facile Avere 18 Anni" (1963) foi gravada em quatro idiomas pela cantora. Para este show, Rita promete não ficar no passado. "Algumas faixas do álbum 'Masters' certamente estarão lá, porque são simplesmente peças incríveis. Mas haverá sucessos do passado e até uma surpresa que não quero antecipar. O show 'Rita Is Back' não será uma viagem de nostalgia. Pelo contrário, será uma mistura de canções de ontem que têm ligação com as de hoje, graças a preciosas semelhanças. Mas, enfim, tudo é ultrassecreto!", brinca a cantora.

Rita ainda passará por Curitiba e Porto Alegre, pela primeira vez em sua carreira.

A cantora aos 19 anos, em foto de 1965 - Acervo UH/Folhapress
Agora
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem