Música

'Despacito' supera 3 bilhões de visualizações no YouTube e é o mais visto da história

Luis Fonsi e Daddy Yankee durante show do prêmio no Latin Billboard Awards
Luis Fonsi e Daddy Yankee durante show do prêmio no Latin Billboard Awards - Lynne Sladky-27.abr.2017/AP


O clipe de "Despacito", de Luis Fonsi e Daddy Yankee, se tornou nesta sexta-feira (4) o vídeo mais visto no YouTube superando o hit "See You Again", de Wiz Khalifa com Charlie Puth. 

O vídeo oficial de "Despacito" ultrapassou a marca de 3 bilhões de visualizações e superou a trilha sonora de "Velozes e Furiosos 7", que até então ocupava a primeira posição --a canção está com mais de 2,9 bilhões de visualizações. De acordo com o Google, não estão incluídos no recorde o videoclipe de Justin Bieber com Fonsi, que já teve mais de 464 milhões.

Foram necessários apenas 203 dias para "Despacito" se tornar o vídeo mais visto na história do YouTube, com uma média diária de 14,5 milhões de visualizações --o pico em um só dia foi de 25 milhões. 

"Quebrar o recorde do vídeo mais visto de todos os tempos no YouTube é realmente incrível, não só para mim, mas para a música latina e para nossa cultura. Tudo o que aconteceu nos últimos seis meses excedeu todas as minhas expectativas, e só estou grato pelas pessoas terem gostado tanto e continuarem a cantar, dançar e compartilhar", afirmou Luis Fonsi, em nota.

Já Daddy Yankee disse que o YouTube tem sido uma plataforma para o sucesso da música. "A indústria da música mudou, as regras da música mudaram e eu reconheço totalmente o papel do YouTube e o poder de sua plataforma. Quebrar recorde de um disco é sensacional e eu estou feliz em continuar a inspirar outros a fazer o mesmo."

MAIS TOCADA

"Despacito" já havia sido apontada em julho como a canção mais tocada via streaming da história, registrando mais de 4,6 milhões de reproduções de sua versão original e da remix nas plataformas da internet, entre elas o YouTube e o Spotify. 

"Despacito", uma música cheia de insinuações sexuais, tornou-se viral logo após o seu lançamento em janeiro, e alcançou um público ainda maior em abril quando o cantor Justin Bieber participou de um remix. 

A canção chiclete tira do ranking do streaming a canção "Sorry", do próprio Bieber, que contabilizava em meados de julho 4,38 milhões de reproduções, de acordo com a Universal. 

"Despacito" liderou por 12 semanas as listas de "mais tocadas" dos Estados Unidos, tornando-se a primeira música em espanhol a chegar ao topo do ranking desde 1996, com o hit "Macarena". 

A canção e o vídeo dirigidos por Carlos Pérez influenciaram também a visita de vários turistas ao bairro de La Perla, um dos mais pobres de San Juan. Os turistas passeiam agora por suas ruas estreitas e casas coloridas, em busca de identificar imagens do vídeo. 

Com informações da AFP

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias