Humanos

Empresa chinesa dá bônus a quem namorar colega de trabalho

Selo BBC Brasil

Muitas companhias consideram que os relacionamentos amorosos entre funcionários são uma potencial fonte de complicações no trabalho, mas uma empresa de tecnologia chinesa vê a questão sob uma ótica diferente.

Com sede no centro tecnológico de Chengdu, no oeste da província de Sichuan, essa empresa decidiu oferecer a seus empregados um "bônus" de US$179 (R$ 375) caso eles comecem a namorar um colega de trabalho.

Crédito: AFP
Empresa chinesa dá bônus a quem namorar colega

O anúncio do "Bônus Amor" foi feito em 11 de novembro, quando é comemorado uma espécie de dia dos namorados chinês.

A empresa tem cerca de 30 funcionários, boa parte deles solteira.

Segundo seus executivos, que foram entrevistados pelo jornal chinês "People's Daily", a compensação foi criada porque muitos pareciam estar deprimidos e cabisbaixos.

Dar um incentivo para esses empregados abandonarem a vida de solteiro seria uma forma de tentar animá-los.

A empresa também oferece entre US$ 80 e US$ 100 (R$ 167 e R$ 209) para quem namorar empregados de concorrentes.

No caso, porém, o objetivo também é incentivar alguns profissionais a trocarem seu atual trabalho por um posto na empresa que oferece o "bônus amor" - onde eles poderiam ficar mais próximos de seus parceiros.

Se o namoro não der certo, os empregados dessa companhia chinesa pelo menos têm um benefício adicional. Eles também podem tirar uma folga de dois dias para chorar em casa a dor de cotovelo.

Não ficou claro como os funcionários devem "provar" o namoro para receber o benefício.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias