Humanos

Flagrada em vídeo íntimo, servidora do Senado será demitida

Protagonista de um vídeo íntimo que tem agitado a CPI do Cachoeira, a advogada Denise Leitão Rocha será exonerada do gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Vídeo de sexo de assessora parlamentar agita CPI do Cachoeira

A Folha apurou que a decisão deve ser confirmada nas próximas semanas, quando termina o período do afastamento dela do gabinete.

Denise pediu licença depois que um vídeo seu em cenas de sexo tumultuou as reuniões da CPI. O vazamento das imagens ocorreu em circunstâncias não especificadas, inicialmente em pen-drives e, depois, na internet.

Seu parceiro no vídeo é, segundo quem viu as imagens, um funcionário do Senado.

Contratada do Senado desde fevereiro de 2011, a advogada acompanhava Nogueira na CPI e ficou conhecida entre parlamentares e jornalistas por suas roupas justas e físico lapidado em academia.

Nogueira tem dito que passa uma situação delicada porque precisa de uma advogada e não de uma celebridade. Ele argumenta ainda que a orientação para os servidores é que evitem exposição.

Denise não retornou os contatos da Folha. Amigos dizem que ela estaria deprimida com a situação. A assessora é amiga do deputado Romário (PSB-RJ) --o que levou a especulações, negadas pelo gabinete do ex-jogador da Seleção, de que eles teriam um romance.

Crédito: reprodução Denise Leitão Rocha em foto do Facebook
Denise Leitão Rocha em foto do Facebook

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias