Humanos

Pessoas com cérebro maior têm mais amigos, diz estudo

O tamanho do cérebro, mais exatamente a região localizada acima dos olhos, pode revelar a habilidade de uma pessoa manter mais amigos ou não no seu círculo social.

Segundo um estudo recente, os indivíduos com mais amigos possuem um córtex pré-frontal maior.

Para a análise, um grupo com 40 pessoas teve o cérebro medido anatomicamente graças às imagens feitas por um aparelho de ressonância magnética, que indicou as diferenças. Eles também responderam a um questionário sobre seus contatos sociais no período de sete dias.

A pesquisa, publicada na revista "Proceedings of the Royal Society B", mostra pela primeira vez a relação entre desenvoltura social e o tamanho do cérebro.

Na interação com o complexo mundo social, um ser humano precisa ser dotado de habilidades cognitivas para entender o outro (o que está pensando) e ser capaz de se comunicar (conversar). Essas qualidades são descritas pelos cientistas da Universidade de Oxford como "leitura da mente", considerada crucial para se adequar socialmente.

"Descobrimos que indivíduos que têm mais amigos vão melhor na 'leitura da mente'", diz Robin Dunbar, que coordenou a pesquisa.

"Entender a relação entre o tamanho do cérebro e o número de amigos nos ajuda a compreender o mecanismo que levou os humanos a desenvolver cérebros maiores do que outras espécies primatas", acrescentou.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias