Estilo

Rihanna anuncia expansão da marca FENTY com linha de sapatos e produtos para pele

Cantora pegou os fãs de surpresa nesta terça (14) com a novidade

Imagem da cantora e empresária Rihanna
Imagem da cantora e empresária Rihanna - Instagram/badgalriri
São Paulo

Rihanna, 32, anunciou nesta terça-feira (14) que sua marca FENTY vai expandir os negócios muito em breve. Além de produzir roupas e produtos de maquiagem, Fenty Beauty, a cantora e empresária vai investir no mercado de sapatos e cuidados com a pele.

A Fenty Shoes, em parceria com a estilista Amina Muaddi, já estará disponível a partir desta quarta-feira (15) no site da marca. A linha de skincare chamada Fenty Skin, ganhou um site a parte e tem como data de lançamento no final do mês, dias 31 de julho.

As novidades foram divulgadas através das redes sociais e ganhou atenção dos internautas, que seguem pedindo um novo álbum da cantora –seu último trabalho na indústria musical foi em 2016, "ANTI".

Nos últimos quatro anos a artista vem focando na de empresária. Só a sua marca Fenty Beauty já arrecadou 500 milhões de euros (cerca de R$ 2,26 bilhões) em vendas, em 2018, após apenas um ano e meio no mercado.

Sempre atenta no mercado da moda e da beleza, em outubro de 2019 Rihanna lançou uma linha de roupas íntimas limitadas da coleção Savage X Fenty em apoio ao combate ao câncer de mama. A renda das peças foi revertida para a Fundação Clara Lionel (CLF), a instituição de caridade que a artista fundou em 2012.

Hoje, Rihanna está na lista dos músicos mais ricos do Reino Unido. Segundo o jornal Sunday Times, a cantora está atrás apenas de Andrew Lloyd Webb e Paul McCartney. Ela é a mulher mais bem colocada no ranking (veja lista completa aqui).

Apesar de ter nascido em Barbados, a artista se mudou recentemente para o Reino Unido e possuí um total de bens avaliado em 468 milhões de libras (cerca de R$ 3,3 bi). O montante acumulado pela cantora se deve em parte ao sucesso de suas marcas de moda e cosméticos com a LVMH, proprietária da Louis Vuitton.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem