Estilo

Rainha Elizabeth 2ª vai substituir todas roupas de pele natural por material sintético

Ativistas comemoram primeiro passo da família real na moda sustentável

Rainha Elizabeth 2ª posa no Palácio de Buckingham decorado para o Natal
Rainha Elizabeth 2ª posa no Palácio de Buckingham decorado para o Natal - Palácio de Buckingham/Divulgação
São Paulo

A rainha Elizabeth 2ª, 93, está pronta para deixar as suas peles. Casacos, chapéus e roupas cerimoniais que ela usar, a partir de agora, serão feitas de material sintético, segundo informa o jornal inglês The Telegraph.

"Se Sua Majestade participar de um noivado em clima particularmente frio, por exemplo, a partir de 2019 em diante, peles falsas serão usadas para garantir que ela fique aquecida", revelou Angela Kelly, costureira e confidente de longa data da rainha.

Um porta-voz do Palácio de Buckingham confirmou a informação ao jornal: "À medida que novas roupas sejam desenhadas para a rainha, qualquer pelo usado será falso".

Segundo Kelly, até mesmo as roupas mais antigas foram modificadas. Ela deu como exemplo um casaco usado pela rainha na Eslováquia, em 2008, que teve as peles verdadeiras substituídas por falsas. No entanto, fontes da realeza afirmam que a mudança só ocorrerá com roupas novas.

Apesar da substituição por material sintético não seja totalmente sustentável, alguns ativistas comemoram a atitude da monarca. Segundo o jornal inglês, a rainha tem sido repetidamente criticada por instituições que lutam pelos direitos dos animais por demorar a abandonar o uso de um produto "cruel".

"Estamos emocionados que Sua Majestade tenha oficialmente decidido não usar mais peles naturais", disse Claire Bass, diretora executiva da Humane Society International.

O Reino Unido foi o primeiro país do mundo a proibir a criação de peles por motivos éticos, embora ainda permita a importação de peles de animais de outros países, incluindo Finlândia, Polônia e China. "Estamos pedindo ao governo britânico que siga o exemplo de Sua Majestade e faça do Reino Unido o primeiro país do mundo a proibir a venda de peles de animais", defendeu Bass.

Kate Middleton também usa peles, mas ela já afirmou que suas roupas vêm de fontes éticas. Uma das peças que ela usa bastante é um chapéu marrom feito de peles de alpacas que morreram de causas naturais. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem