Estilo

Empresa cria bolsa em forma de cocô parecida com a da Louis Vuitton: 'Para zombar da riqueza'

Antes de receber processo da grife francesa, MGA entra na Justiça

bolsa de plastico em formato do emoji de cocô
Brinquedo Pooey Puitton da empresa MGA Entertainment faz paródia das bolsas Louis Vuitton - Reprodução/Target

São Paulo

A marca Louis Vuitton, líder do setor de bens de luxo, vive uma situação inusitada. Uma empresa de brinquedos entrou com uma ação judicial para evitar que seja punida por violar direitos autorais da grife francesa. 

A empresa  MGA Entertainment colocou à venda uma bolsa infantil, de plástico, no formato de um emoji de cocô, com estampas que lembram as tradicionais bolsas da grife. O nome do brinquedo, para se ter uma ideia, é "Pooey Puitton" –que mistura a palavra "poo" (cocô, em inglês) e faz trocadilho com nome da marca.

Temendo ser processada pela Louis Vuitton, a MGA entrou com um processo na Justiça pedindo que seja confirmado o fato de que a empresa não está violando os direitos autorais da marca de bolsas francesa, segundo o site  The Fashion Law.

Em sua ação, a MGA afirma que não há razões para que o consumidor confunda a bolsa Pooey com uma verdadeira Louis Vuitton, já que as duas têm materiais totalmente distintos, além de os preços serem bem distintos. Uma da bolsa da grife francesa pode ser comprada a partir de mil dólares (R$ 3.860), enquanto da marca de brinquedos custa US$ 59,90 (R$ 230). 

A MGA afirma que está protegida de cometer infrações porque a bolsa Pooey Puitton é "obviamente uma paródia". "O nome foi criado para zombar, criticar e tirar sarro da riqueza e das celebridades e será usada por crianças."

A grife francesa, que foi procurada pela Reuters, ainda não se pronunciou sobre o assunto. 

Essa não é a primeira vez que a MGA passa por um processo judicial. Em 2008, a Mattel processou a empresa de brinquedos pela comercialização de uma boneca que foi desenvolvida por um funcionário da fabricante da boneca Barbie. As empresas ainda continuam a disputa judicial, mas as bonecas Bratz foram retiradas do mercado. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem