Tony Goes

Ingrid Guimarães faz radiografia do humor brasileiro na série 'Viver do Riso'

Ao longo de dez episódios, atriz entrevistou cerca de 90 comediantes

Ingrid Guimarães conversa com Jô Soares sobre o humor de bordão
Ingrid Guimarães conversa com Jô Soares sobre o humor de bordão - Canal Viva/Divulgação

“Morrer é fácil. Fazer comédia é difícil”. 

Até hoje não se sabe direito quem cunhou essa frase, que se tornou um mantra para muitos humoristas. Uma versão diz que foram as últimas palavras do ator americano Edmund Gwenn (1877-1959), em seu leito de morte. Outras fontes a atribuem ao ator britânico Edmund Kean (1787-1833).

A autoria não importa. O que realmente interessa é que ali está encapsulada uma verdade: a dificuldade de fazer os outros rirem, um talento até hoje considerado menor e pouco relevante para a cultura como um todo.

Basta olhar as listas dos melhores filmes do ano, que muitos jornais (a Folha inclusive) publicam na época do Natal. Quantas comédias foram incluídas? Aliás, quantos comediantes já ganharam um Oscar?

O jornalista e apresentador Jô Soares participa do programa "Viver do Riso", do canal Viva
O jornalista e apresentador Jô Soares participa do programa "Viver do Riso", do canal Viva - Canal Viva/Divulgação

E, no entanto, comédia dá dinheiro. Os programas humorísticos estão sempre entre os de maior audiência, e não é raro que a maior bilheteria do ano seja um filme cômico. Todo mundo adora rir, mas poucos levam a comédia a sério.

Ingrid Guimarães leva. Sua carreira estourou com uma peça chamada "Cócegas", cujo título já deixava explícito o objetivo do espetáculo. Avançou por vários personagens engraçados na televisão, até Ingrid se firmar como a maior estrela feminina do cinema nacional no século 21.

A atriz agora volta sua atenção para o próprio ofício, entrevistando colegas de profissão na série "Viver do Riso" (Viva). São dez episódios com cerca de uma hora, cada um focando em um aspecto específico da comédia brasileira.

Há muita discussão política. Em "Mulher na Comédia", que abre a série, Ingrid conversa com nomes como Marisa Orth, Cláudia Raia e Tatá Werneck sobre o momento em que a mulher se livrou da dualidade que lhe era imposta pelo humor de antigamente: ou ela fazia a gostosa, ou a feia. Roteiristas mulheres falam da diferença de ponto de vista que o sexo feminino traz para as esquetes.

"Os Limites do Humor" vai além. Põe na roda o politicamente correto, que gera tanta reclamação e até processos. Quase todos os entrevistados concordam que o humor é sempre "do contra", mas que é preciso ter sensibilidade para não machucar os mais vulneráveis. Mesmo assim, fez falta o depoimento de alguém como Danilo Gentili, que se recusa a moderar sua linguagem mesmo sob uma saraivada de críticas. Teria enriquecido o debate.

Alguns episódios se aprofundam no processo de criação de ícones do nosso humor, como Chico Anysio, Jô Soares e Renato Aragão. Também há um capítulo inteiro dedicado a quem escreve humor, mas não entra em cena: os roteiristas, esses eternos injustiçados. E Ingrid ainda investiga os rumos do stand-up e do humor na internet, que gerou fenômenos como o Porta dos Fundos e Whindersson Nunes.

Só o material editado já daria uns seis longas-metragens, mas o tema está longe de ser exaurido. Tomara que venha uma segunda temporada, pois não falta assunto. Ingrid poderia mergulhar nos antigos programas do rádio, ou escarafunchar a longa história de "A Praça É Nossa", acompanhando as gravações da atração comandada há mais de 30 anos por Carlos Alberto da Nóbrega (que já aparece dando alguns depoimentos).

O décimo e último episódio vai ao neste sábado (29) pelo canal Viva, às 19h15. A temporada completa continua disponível na plataforma Vivo Play. Vale a pena conferir. "Viver do Riso" lembra que o humor também ajuda o espectador a viver.

Tony Goes

Tony Goes tem 56 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.blogspot.com

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias