Tony Goes

Thammy Gretchen de mulherão fecha um drama da vida real

"Ainda estou anestesiada com as cenas que vi. Estou em êxtase." As declarações de Gretchen sobre o novo visual da filha Thammy Miranda têm sabor de final feliz.

Como até os bebês recém-nascidos já sabem, Jô, a personagem de Thammy na novela "Salve Jorge", ressurgiu repaginada esta semana, infiltrada entre os traficantes de mulheres. O impacto foi enorme.

A escalação da moça para o papel da escrivã da delegacia comandada pela glamurosa Helô (Giovanna Antonelli) tinha um quê de golpe publicitário. Sem nenhuma experiência como atriz séria, Thammy só foi convidada por causa do aspecto masculinizado.

Claro que também colaborou o fato de ser uma aspirante a subcelebridade, filha da rainha das subcelebridades brasileiras. Tanto que todo mundo (inclusive o "F5") prefere usar "Gretchen" como seu sobrenome, ignorando o "Miranda" que aparece nos créditos da novela.

Thammy teve uma trajetória conturbada até chegar ao folhetim de Glória Perez. Lançada como sucessora da gostosura materna, logo se assumiu lésbica e estrelou um filme pornô com a namorada. Depois perdeu qualquer resquício de sensualidade ao engordar, cortar o cabelo e adotar o "look" popularmente conhecido como "caminhoneira".


Mesmo com tantos diferenciais, Jô parecia condenada a desaparecer em meio à avalanche de personagens de "Salve Jorge" --mais uma entre mais de 80. Mas aí surgiu de "traficá-la".

Uma semana antes da metamorfose ir ao ar, já havia burburinho na internet. Que só aumentou depois do capítulo desta segunda-feira (8), apesar da audiência não ter batido nenhum recorde.

A cena em si deixou a desejar. O figurino parece ter sido pensado para cobrir as formas generosas de Thammy, ainda fora dos padrões vigentes. E a edição picotada mal conseguiu disfarçar seus dotes limitados como bailarina.

Mas quem se importa? Thammy dançou o maior sucesso da mãe, a clássica "Conga Conga Conga". Estava realmente bonita, poderosa até. E os significados subliminares tornaram aquele poucos minutos num momento realmente grandioso.

Ali estava uma filha perdoando e se reconciliando com a mãe. Uma homossexual sem medo de assumir sua feminilidade, rasgando rótulos e imagens preconcebidas. E tudo isto sem deixar de ser o que sempre foi.

Durante as gravações do especial "Vem Aí", que apresentou a nova programação da Globo duas semanas atrás, Thammy disse a Pedro Bial uma fala que não foi ao ar, apesar de presenciada pela plateia de jornalistas e publicitários. Contou que Gretchen tentou "curá-la" através de um bizarro exorcismo evangélico, que evidentemente não deu certo.

Isto era mais do que motivo para um rompimento definitivo entre as duas, mas os laços entre mãe e filha falaram mais alto. Nesta segunda, Thammy mandou uma mensagem de carinho para Gretchen, de forma divertida porém certeira.

A mãe se emocionou, a filha está explodindo de orgulho. Tem horas em que a vida real supera até mesmo os delírios de Glória Perez.

Tony Goes

Tony Goes tem 58 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias