Publicidade

colunistas - ricardo feltrin

"Ação contra Gugu não foi por sunga, mas por honra", diz Thiago Lacerda

02/12/2011 - 17h17

Publicidade

RICARDO FELTRIN
EDITOR E COLUNISTA DO "F5"

"Nunca movi um processo contra o Gugu Liberato por causa de uma sunga. Não existe 'processo da sunga'. O que existe é uma ação para a reparação da minha honra. Ele me ofendeu em seu programa depois que eu o notifiquei a respeito da falsidade da tal sunga. Não sei o valor da indenização e não me importa se e quando vou recebê-la, pois graças a Deus não preciso de dinheiro. Se receber, vou doar."

Thiago Lacerda, 33, tem a voz calma ao telefone, mas não esconde que está irritado com a repercussão de sua declaração ao jornal "Extra", de que ainda não havia recebido os R$ 500 mil referentes à ação que moveu contra Gugu e o SBT em 2000 (na verdade o montante hoje estaria em torno de R$ 900 mil).

Gugu, então estrela do SBT aos domingos, queria leiloar em seu programa uma peça (sunga) usada por Thiago em uma encenação religiosa na Paraíba. A produção de Gugu trouxe a peça dizendo que era de Thiago (mais tarde, saberiam que se tratava de uma sunga sobressalente do figurino, a qual Thiago jamais usara).

O ator notificou extrajudicialmente a Gugu e ao SBT que a peça era falsa, e que exigiu que parassem o leilão. Em vez disso, no programa seguinte, lembra Thiago, o apresentador usou mais de 20 minutos para criticá-lo e atacá-lo. "Ele (Gugu) não podia dizer na TV que, por causa do meu egoísmo, pessoas carentes ficariam sem o dinheiro do leilão. Isso me ofendeu bastante", afirma o ator.

"O que eu quis dizer de importante (ao "Extra") era que a Justiça no país é morosa, incrivelmente lerda, ao ponto de uma pessoa não ter sido reparada por uma ofensa pública quase 12 anos depois. Eu jamais me queixaria pelo lado financeiro. Como disse, não preciso de dinheiro, e muito menos desse dinheiro (do processo)", disse o ator em entrevista exclusiva ao "F5".

"Se acontecesse hoje, que eu me sinto mais maduro, provavelmente eu não teria iniciado (a ação). Acho que passaria a mão no telefone e ligaria direto para o Gugu.

"Na época, eu estava em início de carreira, era um garoto. Fui convencido a reagir pelas pessoas que estavam ao meu lado. Eu não tinha e não tenho até hoje absolutamente nada contra o Gugu. Esse caso é muito desgastante. Veja que agora uma notícia sobre isso sai na imprensa quase uma década depois, e repercutiu como se o dinheiro fosse meu maior interesse. Não tenho o menor interesse nele, e se receber certamente o doarei para algum trabalho social".

Estevam Avellar/Divulgação/TV Globo
Thiago Lacerda, que faz 34 anos em janeiro
Thiago Lacerda, que faz 34 anos em janeiro
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin, 51, é colunista do "F5", site de entretenimento da Folha, e também colunista do UOL, onde apresenta o programa "Ooops!" às terças. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros.

  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

resumo das novelas

Siga agora o F5 no Twitter

Publicidade

Livraria da Folha