Publicidade

Vanessa Giácomo e Chay Suede roubam a cena na estreia de 'Império'

22/07/2014 - 13h54

Publicidade

A nova novela das 21h da Globo, "Império", de Aguinaldo Silva —que estreou nesta segunda-feira (21)— começou com o pé direito.

Desde a abertura, com a clássica canção dos Beatles "Lucy In The Sky With Diamonds" (Lennon e McCartney - 1967), na bela voz de Dan Torres (participante do "Fama" em 2004) —até o encerramento do primeiro capítulo com chave de ouro com a participação especial da estrela maior da televisão brasileira: Regina Duarte (Maria Joaquina Braga).

Já na estratégica volta ao passado do protagonista José Alfredo, o excelente Alexandre Nero passa o bastão para o jovem Chay Suede (quarto lugar no "Ídolos" da Record em 2010 e o Tomás da novela "Rebelde" em 2011, da mesma emissora) e o jovem ator mostra a que veio com muita garra, em uma bela performance.

Para acompanhá-lo, ninguém menos do que uma das melhores atrizes da sua geração: Vanessa Giácomo (Eliane), que brilhou recentemente em "Amor à Vida", vivendo a vilã Aline. O romance proibido entre José Alfredo (Chay) e Eliane (Vanessa) que teve início, se desenvolveu com direito ao tema "Everything I Own" (Bread - 1972) e desembocou em um dramático final, foi o grande estofo do primeiro capítulo de "Império", pelo roteiro bem escrito e pela ótima atuação do casal.

"Gostei de você assim que lhe vi!", declara-se o jovem José Alfredo. "Eu sei que o que a gente tá fazendo é errado", retruca Eliane. "Acho que no amor não tem esse negócio de certo ou errado", replica José Alfredo. "Eu te amo como nunca pensei em amar alguém!", confessa Eliane. "Então grita para todo o mundo ouvir", lhe pede José Alfredo.

Colaboraram, sem dúvida, para a qualidade da primeiro momento da trama, as intervenções de Thiago Martins (Evaldo), como o marido de Eliane traído pelo próprio irmão José Alfredo, e as armações de sua pérfida cunhada Cora (Marjorie Estiano).

Depois de uma fuga frustrada com Eliane, sob as rédeas da malvada Cora, ainda na rodoviária carioca, José Alfredo conhece o senhor Sebastião (Reginaldo Faria), que lhe oferece trabalho e, num piscar de olhos, o coloca no universo dos diamantes.

Sebastião é assassinado por rivais, mas antes de morrer incumbe José Alfredo de dar continuidade aos negócios. Assim que, ao som de "Quelqu'un M'a Dit", na voz da ex-primeira dama da França Carla Bruni, ele chega à Genebra (Suíça) atrás de um tal de Braga.

Para a sua surpresa, Braga é o sobrenome da empresária Maria Joaquina, a atriz Regina Duarte, que aparece como a cereja do bolo do envolvente e cativante primeiro capítulo da nova novela das nove da Globo: "Império", sob a direção de Rogério Gomes. Bons ventos a tragam!

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Veio para São Paulo e ingressou na Escola de Arte Dramática (USP), formando-se ator. Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Fez algumas colaborações para a Ilustrada e, sempre a convite, assinou a coluna Antena, da "Contigo". Nesse meio tempo, fez crítica de teatro para o "Jornal da Tarde" e na rádio Eldorado AM. Mais recentemente foi colunista da Folha.com, comentando o BBB11. Atualmente, além de atuar, cursa Filosofia.

  • Últimas notícias 
  •  

Publicidade

Publicidade

gostou? leia também

  •  

Publicidade

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha