Publicidade

colunistas - renato kramer

"Roberto Justus Mais" estreia bem na Record

18/12/2011 - 12h27

Publicidade

No final da noite deste sábado, a Rede Record colocou no ar um novo programa que pretende ser o "Programa do Jô" da emissora. Se possível até "mais", como diz o próprio nome: "Roberto Justus Mais".

Num pequeno palco redondo, com uma passarela como entrada para os convidados e plateia por todos os lados, a cenografia e ambientação do programa, embora nada inusitada, deram um charme especial ao programa.

Roberto Justus, publicitário já conhecido do grande público especialmente por ter apresentado a primeira versão de "O Aprendiz" (Rede Record), volta à telinha com a elegância e o refinamento de sempre. Embora com discrição, transbordava de alegria na noite de ontem.

E não era para menos, ele e a sua produção prepararam algumas atrações muito interessantes para esse especial de fim de ano, que deverá entrar na grade da emissora a partir de fevereiro próximo, segundo Justus.

Record
Roberto Justus estreou seu novo programa na Record
Roberto Justus estreou seu novo programa na Record

Destaque para o link ao vivo que o apresentador fez com Mike Krieger, direto dos Estados Unidos. O tema era "criatividade". Krieger (25) é o brasileiro que, junto com o seu sócio americano Kevin Systrom, criou o "Instagram" - aplicativo que virou febre entre os usuários de iPhone.

Sem nunca perder o seu lado de grande empresário, Justus perguntou a Krieger quais seriam as suas expectativas em relação ao retorno financeiro que essa sua grande ideia lhe traria. O jovem foi humilde e singelo ao responder que faz o que faz por amor e que agora, com toda essa aceitação do produto, é que a empresa está cuidando dessa parte.

Roberto Justus o parabenizou, encerrando a conversa. Voltando para o estúdio, não conseguiu deixar de comentar que, no seu tempo, "sem lucro não existia empresa". E atribuiu a resposta um tanto romântica de Mike a sua tenra idade. Mas encheu o jovem brasileiro de elogios, pelo espírito empreendedor e, principalmente, pela criatividade.

O programa contou ainda com a presença de outros dois expoentes da criatividade brasileira: o também publicitário Nizan Guanaes e o cacique Almir, da aldeia Suruí (Rondônia).

Roberto Justus elogiou muito o trabalho que Guanaes vem desenvolvendo na publicidade, dentro e fora do país. Ao que o presidente da Africa (agência de publicidade) acrescentou: "eu estou fazendo tecnicamente o que todo o brasileiro deveria fazer: falar bem do Brasil".

Já o cacique Almir teve a iniciativa de informatizar a sua tribo. Conseguiu uma parceria com a Google Earth e tornou-se famoso no mundo inteiro, onde tem dado palestras e levado a cultura de sua gente. No início de sua entrevista, informou que acabara de chegar de Miami, onde participou de um fórum sobre vida sustentável.

Roberto Justus ressaltou a importância da iniciativa do cacique Almir e lamentou que o seu trabalho ainda seja tão desconhecido no nosso país, apesar de ser super valorizado lá fora. "Até o Discovery Channel já fez uma matéria enorme com ele e aqui no Brasil quase ninguém o conhece!", delatou Justus. "Mas o povo brasileiro tem um olhar ainda muito preconceituoso com os índios", lamentou discretamente o cacique da tribo Suruí.

Para não perder o costume, o apresentador fez as vezes de um patrão exigente e recebeu jovens candidatos a um estágio na Rede Record, para a produção do seu próprio programa. Um deles, extremamente tímido, esqueceu-se de levar o seu currículo. "Como é que você vem para uma 'entrevista de emprego' (nome do quadro) sem o seu currículo?! É o mesmo que sair na rua sem roupa!", decretou Justus. Em casa, pareceu-nos claramente tê-lo ouvido dizer: "Você está demitido!".

Afora um excesso de ansiedade natural pela estreia, se preservar o cuidado de não querer falar mais do que o convidado - muito comum entre nossos entrevistadores, "Roberto Justus Mais" poderá se tornar uma boa opção para o fim de noite.

Renato Kramer

Natural de Porto Alegre, Renato Kramer formou-se em Estudos Sociais pela PUC/RS. Começou a fazer teatro ainda no sul. Veio para São Paulo e ingressou na Escola de Arte Dramática (USP), formando-se ator. Escreveu, dirigiu e atuou em diversos espetáculos teatrais. Fez algumas colaborações para a Ilustrada e, sempre a convite, assinou a coluna Antena, da "Contigo". Nesse meio tempo, fez crítica de teatro para o "Jornal da Tarde" e na rádio Eldorado AM. Mais recentemente foi colunista da Folha.com, comentando o BBB11. Atualmente, além de atuar, cursa Filosofia.

  • Últimas notícias 
  •  

gostou? leia também

  •  

Publicidade

resumo das novelas

Siga agora o F5 no Twitter

Livraria da Folha