Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Johnny Depp e Amber Heard são tema de documentário do Discovery+

Produção promete informações inéditas sobre casos que opõem ex-casal nos tribunais

Ator Johnny Depp e a atriz Amber Heard em setembro de 2015 - Giuseppe CACACE/AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

O julgamento de Amber Heard, acusada de difamação pelo ex-marido, Johnny Depp, continua nesta semana. Desta vez, os atores se enfrentam na corte dos Estados Unidos. A longa disputa judicial é tema de documentário exclusivo do Discovery+, já disponível na plataforma.

"Johnny vs Amber", se propõe a oferecer uma análise dos bastidores do caso e tratar a complexidade de histórias envolvendo violência doméstica. Em duas partes, o documentário reconstrói as versões defendidas pelo ator e pela atriz e retoma as acusações de violência feitas por ela contra ele.

Outros processos que surgiram do caso, como o de difamação movido por Depp contra a News Group Newspapers Ltd em 2018, que ele perdeu, também são trazidos à tona pela produção.

A partir de vídeos, fotografias, mensagens de texto e gravações de áudio registrados pelo ex-casal e apresentados ao público pela produção, "Johnny vs Amber" promete algumas das principais apresentar evidências do caso apresentadas nos processos.

A produção conta ainda com entrevistas de David Sherborne e Sasha Wass, advogados que representaram ambos os lados ao longo dos anos. Eles analisam aspectos centrais debatidos na esfera jurídica, além de apontamentos provenientes da esfera pública.


Serviço

"Johnny vs Amber": disponível na Discovery+

Classificação indicativa: 12 anos


Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem