Colo de Mãe

Agora é hora de mostrar aos filhos que há sempre caminhos bons e unificar a família após as eleições

Aos que ganharam, dá para mostrar que é bom comemorar sem ofender

Reunião familiar
Reunião familiar - Photographee.eu - Fotolia

Não importa em quem você votou. Se estava do lado do candidato que ganhou ou escolheu o que perdeu. O fato é que as famílias se dividiram e as crianças também sofreram com isso.

Em minha casa, temos o hábito de falar de política com frequência. Debatemos planos de governo, repercutimos as declarações de candidatos e aproveitamos para explicar qual é nosso posicionamento no mundo.

Elas leem jornal e acompanham pesquisas eleitorais. Tanto que Laura, aos seis anos, quer ser presidente e já tem plano de governo e discurso de posse. A eleição acabou, mas as mudanças profundas na sociedade seguem. As pessoas estão bélicas, intolerantes e preconceituosas.

Querem eliminar o diferente. No meio de tudo isso, seu filho sofre. Sofre porque as crianças acreditam no amor, na magia e no respeito. Por isso, agora, é hora de acolher nossos pequenos. Dar as mãos e dizer que ama, abraçar e mostrar que há sempre caminhos bons.

Aos que ganharam, dá para mostrar o quanto é gostoso comemorar sem ofender. Aos que perderam, é o momento de explicar que a resistência com amor também pode ser uma vitória.

 

Colo de Mãe

Cristiane Gercina, 39, é mãe de Luiza, 11, e Laura, 6. É apaixonada pelas filhas e por literatura. Graduada e pós-graduada pela Unesp, é editora-assistente de Grana do jornal Agora, empresa do Grupo Folha. Quer ver o desenho do seu filho publicado na coluna? Envie-o para o email colodemae@grupofolha.com.br com nome completo e idade da criança, nome e celular do responsável.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem