Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Disney confirma continuação de 'O Rei Leão' com diretor de 'Moonlight'

Filme de 2019 arrecadou mais de R$ 9 bilhões em todo o mundo

Cena de 'O Rei Leão'
Cena de 'O Rei Leão' - Walt Disney Studios Motion Picture
Los Angeles

O remake de "O Rei Leão" da Disney terá uma sequência do vencedor do Oscar por "Moonlight", o diretor Barry Jenkins, informou o estúdio à AFP nesta terça-feira(29).

Feito com gráficos fotorrealistas e um elenco de vozes tomado por estrelas, incluindo Beyoncé, o filme de 2019 arrecadou mais de US$ 1,6 bilhão (cerca de R$ 9 bilhões) em todo o mundo, apesar das críticas mistas.

A história do filhote de leão Simba se tornou o filme de maior bilheteria entre os muitos lançamentos recentes da Disney, mais do que justificando seu orçamento estimado em US$ 250 milhões (R$ 1,4 bilhão).

Tecnologia de ponta foi usada para sua realização, onde uma equipe de câmera tradicional "filmou" personagens gerados por computador que vagavam pelas savanas africanas.

Espera-se que a sequência use a mesma abordagem, apesar de não haver data para o início da produção ou anúncio do elenco.

Jenkins, cujo drama "Moonlight" de 2016 sobre um afro-americano gay ganhou o Oscar de melhor filme, disse em nota que "cresceu com esses personagens" depois de ajudar sua irmã a criar dois filhos pequenos nos anos 1990.

"Ter a oportunidade de trabalhar com a Disney na expansão desta magnífica história de amizade, amor e legado enquanto avanço meu trabalho de recontar a vida e a alma das pessoas na diáspora africana é um sonho que se torna realidade", disse ele em um lançamento.

O "Rei Leão" de 1994, no qual o remake do ano passado foi baseado, é visto como o marco do "renascimento" da Disney nos anos 1990, gerando uma versão musical da Broadway de enorme sucesso e uma sequência lançada diretamente para vídeo.

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem