Celebridades

Renata Banhara fala sobre tumor no cérebro: 'Seguindo em frente'

Doença surgiu após tratamento dentário feito em 2017

Renata Banhara fala sobre problemas de saúde - Instagram/rebanhara
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Renata Banhara, 46, contou que um tumor que tem no cérebro dela cresceu de dois milímetros para dois centímetros nos últimos três anos. A doença surgiu quando a influenciadora digital se submeteu a um tratamento de canal dentário em 2017, que disseminou uma bactéria que comprometeu nervos e tecidos da cabeça da modelo.

“O tumor está em uma região atrás da minha cabeça, bem no centro da massa cefálica, não tem como extrair, não sabemos das consequências. A confiança é que vai estagnar”, explicou Banhara em entrevista à revista Quem.

“Passei por quatro cirurgias na cabeça, porque tive tecidos necrosados. Não retirei o tumor naquela época porque meu sangue estava totalmente infectado. Tive paralisia facial, corporal, fui parar na UTI quatro vezes para que pudesse extrair o dente em ambiente cirúrgico. Fiquei um ano e meio internada”, esclareceu ela.

A modelo contou à publicação que não sabe o tamanho do tumor atualmente porque os últimos resultados que tem são de dezembro de 2020.

"Todos os dias é uma gangorra de emoções, mas eu não entro em depressão. E ressignifico tudo que acontece comigo de forma enérgica e confiante. Até porque, quero ser exemplo para meus filhos de trabalho e de luta. Não sou vítima, estou seguindo em frente”, concluiu ela, que é mãe de Breno, 17, do casamento com o cantor Frank Aguiar, e Marcos André, 25, fruto da relação com o pagodeiro Marquinhos, do Exaltasamba.

Banhara ficou conhecida do público nos anos 90 por protagonizar ensaios sensuais para revistas masculinas e participar do quadro Banheira do Gugu, no Domingo Legal (SBT). No Carnaval de São Paulo de 2001, desfilou oito horas por noite e em 14 escolas de samba do Grupo Especial, feito que rendeu a ela registro no Livro Guinness dos Recordes.


Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem