Celebridades

Baterista dos Rolling Stones deixa turnê após passar por cirurgia de emergência

Charlie Watts, 80, teve problema de saúde, mas se recupera bem

O baterista dos Stones Charlie Watts, atrás de Mick Jagger e Keith Richards - AFP
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Baterista dos Rolling Stones desde 1963, Charlie Watts, 80, não estará presente na nova turnê da banda pelos Estados Unidos, pois acaba de ser submetido a uma cirurgia de emergência. O problema de saúde não foi divulgado.

Porém, com bom humor, o músico disse que está bem. O procedimento pelo qual passou foi bem-sucedido em Londres e foi descoberto após check-up de rotina.

“Pela primeira vez, meu ritmo estava um pouco errado”, disse ele ao The Sun. Watts precisará ficar de molho por algumas semanas. A turnê No Filter havia sido interrompida por causa da pandemia e deverá voltar em setembro.

Ele será substituído pelo baterista e amigo da banda Steve Jordan. Porém, a ideia do Rolling Stones é celebrar os 60 anos do grupo, em 2022, junto de Watts.

“Estou trabalhando muito para ficar em forma, mas hoje aceitei, por recomendação dos especialistas, que isso vai demorar um pouco. Depois de toda a decepção com atrasos na turnê causados ​​pela Covid, eu realmente não quero que os fãs dos Stones nos Estados Unidos que têm ingressos tenham outro adiamento ou cancelamento”, disse Watts.

A banda anunciou a retomada da turnê há duas semanas. Até agora, são 13 datas marcadas em solo americano.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem