Celebridades

Famosos repercutem anulação das condenações de Lula na Justiça

José de Abreu, um dos mais animados, estourou uma champanhe

José de Abreu comemora anulação das condenações de Lula
José de Abreu comemora anulação das condenações de Lula - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A notícia de que o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou a anulação de todas as condenações proferidas contra o ex-presidente Lula pela 13ª Vara Federal da Justiça Federal de Curitiba, foi uma das notícias mais comentadas desta segunda-feira (8). E, claro, muitos famosos também quiseram dar os seus pitacos.

Um dos mais animados foi o ator José de Abreu, 74. Ele publicou um vídeo estourando uma champanhe para comemorar. "Dia feliz! O Brasil vai ter o único estadista com capacidade para reconstruir o país destroçado", escreveu na legenda.

O influenciador Felipe Neto, 33, também comentou a decisão da Justiça. Ele lembrou que, com isso, o ex-presidente volta a ser elegível e disse que, caso Lula concorra contra Jair Bolsonaro em 2022, deve votar no petista.

"Ah, mas, Felipe, você falou em dois mil e não sei quanto que entre Lula e Bolsonaro você teria que votar no Bolsonaro porque não vota em condenado por corrupção", escreveu nas redes sociais, já antecipando que pode ser questionado por alguns seguidores. "Sim, migão, essa é a consequência de estudar e se informar: você muda de opinião", afirmou. "Se até o STF mudou de opinião..."

Já o apresentador Luciano Huck, apontado por muitos como possível candidato nas eleições de 2022, não citou Lula. Porém, ele deu a entender que prefere que surjam outros candidatos.

"No Brasil, o futuro é duvidoso e o passado é incerto", filosofou. "Na democracia, a Corte Suprema tem a última palavra na Justiça. É respeitar a decisão do STF e refletir com equilíbrio sobre o momento e o que vem pela frente. Mas uma coisa é fato: figurinha repetida não completa álbum."

Enquanto isso, o ator Bruno Gagliasso ficou perplexo com o fato de a Justiça chegar à conclusão de que aquele não era o foro adequado para julgar o ex-presidente. "Ah, então, cidadão, você ficou aí preso 500 dias e agora a gente descobriu que não era esse juiz que tinha que te julgar. Foi mal", ironizou. "Inacreditável."

Muitos outros famosos comentaram a notícia. Entre eles, as cantoras Maria Rita e Duda Beat, o influenciador Felipe Castanhari, o cineasta Kléber Mendonça Filho e os ex-BBBs Rodrigo França, Hanna Khalil e Kerline Cardoso. Confira abaixo.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem