Celebridades

Meghan Markle tenta impedir tabloide britânico de citar amigas em processo judicial

Atriz processa a editora Associated Newspapers devido a artigos do Mail on Sunday

A duquesa de Sussex, Meghan Markle
A duquesa de Sussex, Meghan Markle - Michele Spatari-1°.out.2019/AFP
Michael Holden Alistair Smout
Londres

Meghan Markle, 38, a duquesa britânica de Sussex, solicitou nesta quinta-feira (9) uma ordem judicial para impedir que a editora do tabloide Mail on Sunday revele os nomes de cinco amigas que poderiam ser testemunhas em uma batalha legal em andamento, de acordo com os autos do processo.

A mulher do príncipe Harry, neto da rainha Elizabeth 2ª, está processando a editora Associated Newspapers devido a artigos do Mail on Sunday publicados no ano passado que incluíram partes de uma carta manuscrita que ela enviou ao pai, Thomas Markle, em agosto de 2018.

Thomas Markle e a filha não se falam desde que ele desistiu de comparecer ao casamento dela com Harry em maio de 2018. O Mail justificou a publicação da carta dizendo que cinco amigas não identificadas de Meghan Markle deram a versão dos acontecimentos da duquesa em entrevistas à revista norte-americana People.

A equipe legal de Meghan Markle disse não ser verdade que ela autorizou ou encaminhou as amigas a falarem à People sobre a carta, e nesta quinta (9) disse que a Associated Newspapers está ameaçando publicar seus nomes.

"Estas cinco mulheres não estão sendo julgadas, e nem eu. A editora do Mail on Sunday é que está sendo julgada", disse a duquesa em depoimento à Alta Corte de Londres. "Cada uma destas mulheres é uma cidadã... e cada uma tem direito básico à privacidade", acrescentou, dizendo que seus nomes apareceram em uma seção confidencial de seus documentos legais.

O porta-voz do Mail on Sunday disse que o jornal não tem "nenhuma intenção" de publicar os nomes das amigas neste final de semana, mas que informou os advogados de Meghan Markle que a questão de sua confidencialidade deveria ser analisada pelo tribunal.

Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem