Celebridades

Pete Doherty é preso em Paris após comprar cocaína

Músico estaria carregando 2 gramas da droga quando foi abordado pela polícia

O cantor Pete Doherty
O cantor Pete Doherty - Loic Venance-20.may.2012/AFP
São Paulo

Conhecido pela banda de rock alternativo The Libertines, o roqueiro britânico Pete Doherty, 40, foi preso nesta sexta-feira (8), em Paris, enquanto comprava cocaína. Atualmente, o cantor está em carreira solo.

"Pete Doherty foi posto sob custódia de madrugada devido à aquisição de produtos narcóticos", disse um porta-voz da Procuradoria de Paris, sem dar detalhes. 

De acordo com a Associated Press, o músico estaria carregando 2 gramas da droga no bairro de Pigalle, região noturna de Paris, sob efeito de álcool. O cantor foi abordado pela polícia durante uma suposta negociação de drogas. 

A revista revista francesa Le Point disse que houve tumulto no momento da prisão do cantor, embora Doherty não tivesse tentado reagir. ​Ex-namorado da modelo Kate Moss e de Amy Winehouse, Doherty, segundo a Reuters, foi preso por causa de violações relacionadas a drogas em diversas ocasiões.

O garoto problema, conhecido por diversos episódios desencadeados por sua dependência química, já namorou a modelo Kate Moss e a cantora Amy Winehouse, que morreu em 2011. Um representante de Doherty, segundo a Reuters, não quis comentar. 

O ex-líder do Babyshambles já tinha se envolvido em um incidente com a polícia no mês passado, quando perdeu a carteira de habilitação e foi flagrado dirigindo em alta velocidade na Inglaterra. Em 2009, ele foi também detido por excesso de velocidade após bater em outro carro em Berlim. Três anos antes, ele foi flagrado pela polícia no momento em que ingetava drogas em uma jovem no meio da rua. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem