Celebridades

Geisy Arruda se compara a Branca de Neve ao falar sobre desejo de transar com anões

Modelo usou canal no YouTube para explicar sua fantasia erótica

Geisy Arruda
Geisy Arruda fala sobre fetiche de transar com anão - Folhapress
São Paulo

Por meio de seu canal do YouTube, chamado Ponto G, Geisy Arruda, 30, falou sobre o fetiche de transar com anões.  "Imagine as posições que dá para fazer. É normal ter vontade de transar com pessoas teoricamente diferentes da gente. O homem também tem vontade de transar com uma anã. Por que eu não posso", questionou a modelo.

A polêmica veio à tona cerca de 20 dias após Arruda ter feito a revelação ao portal IG. “Eu sempre quis transar com um anão para ver como é! Esse é um fetiche que eu não desisti ainda. Eu já vi vídeos e costuma ser normal o membro. Sempre quis ver, iria ficar tipo: ‘Olha que legal, é igual’. Ficaria uns cinco minutos olhando”, disse a influenciadora ao portal. 

No vídeo, ela explica de maneira detalhada a razão desse desejo. "Imagine transar com um homem em miniatura, mas que nem tudo nele é pequeno. Imagine as posições que dá para fazer. É como um homem portátil. Deve ser muito divertido. Tenho recebido e-mails de anões do Brasil inteiro se oferecendo para ser meus anões. Estou me sentindo a Branca de Neve".

Ela finalizou o conteúdo incentivando os espectadores a realizarem suas fantasias, dizendo que só não satisfez o próprio desejo por não ter encontrado seu anão. Arruda prometeu, ainda, que se um dia transar com um anão contará ao público como foi a experiência. 

Arruda ficou conhecida do grande público há dez anos. A então estudante de turismo causou um alvoroço na sede da Universidade Bandeirante de São Paulo, em São Bernardo do Campo (ABC paulista). Na ocasião, ela foi xingada e humilhada por muitos alunos por estar usando um vestido curto.

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem