Celebridades

'Qual o sentido em ser pai se não fizer o trabalho sujo?', questiona George Clooney sobre fraldas



A paternidade está sendo uma aventura bem-vinda para George Clooney. Quatro meses e meio após sua mulher, a advogada especializada em direito internacional, Amal Alamuddin dar à luz os gêmeos Ella e Alexander, o ator americano afirmou ao site "The Sidney Morning Herald" que a nova fase está sendo ótima. 

​"Eu sou relativamente bom com as trocas de fraldas. E, daqui por diante, a coisa parece que não será mais tão divertida. Será um desastre. Eu que costumava falar para meus amigos 'Qual o problema com isso? São apenas fraldas'. Pois é, agora eu sei bem (risos)", brinca.

Ao ser indagado por quê não deixar este serviço para a babá, ele rebate: "Não, este é o meu trabalho. Qual o sentido em ser um pai se você não vai fazer o trabalho sujo?"

Clooney conta que os gêmeos, embora muito pequenos, já demonstram traços bem diferentes de personalidade. Segundo o ator, Alexander é o extrovertido, "marrentinho", enquanto Ella é um doce de menina. "É engraçado ver como há cinco meses eles não estavam aqui e, hoje, são pequenos humanos em formação".

Fraldas de lado, o ator conta que fica animado a cada mudança dos filhos. Ele diz que mal pode esperar para vê-los começar a falar e, quando isso acontecer, como eles vão retrucar de volta para ele. E sobre o desempenho dele e Amal como pais, Clooney diz: "Nossa obrigação é fazer o que estiver ao nosso alcance para não bagunçar com a vida deles (risos). Queremos que eles sejam felizes".

Além deste que parece ser o papel principal de sua vida, ele está próximo de começar a trabalhar na divulgação de um novo filme dirigido por ele, "Suburbicon: Bem-vindos ao Paraíso", que tem estreia marcada para 21 de dezembro no Brasil.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem