Celebridades

MC Carol vai à delegacia denunciar ataques racistas que recebeu na internet

A funkeira MC Carol foi à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), nesta sexta-feira (26), no Rio, para denunciar ataques racistas que vem recebendo na internet.

"Estou saindo de casa para ir fazer a denúncia na Delegacia de Crimes de Informática. Queria agradecer a todos que mandaram informações sobre o grupo de agressores e queria dizer para os integrantes dele que não adianta mandar mensagem pedindo desculpas. Agora, é arcar com as consequências", escreveu ela em um post no Facebook.

A artista também convidou seguidores que já foram vítimas de ataques similares na web para se juntar a ela. "Se alguém já sofreu algo do tipo, mora no Rio e nunca teve coragem de denunciar, leve os prints dos ataques e venha comigo às 10h", acrescentou.

Na quarta-feira (24), a funkeira já havia feito um post na rede social dizendo que as publicações racistas não a abalam e que está cansada de receber esse tipo de comentário.

"Tá vendo essa minha cara? Pois é, essa é minha cara de preocupação quando um bando de gente sem serviço organiza um ataque na minha página com comentários racistas, machistas e homofóbicos", declarou.

"Vai ter mulher preta, gorda e de comunidade nos palcos de eventos internacionais (como Lollapalooza), nas passarelas, na TV, na internet, nos comerciais, na rádio, nos cinemas e em qualquer lugar que vocês imaginarem. E se reclamar vai ter mais", completou.

outros casos

Outras celebridades brasileiras já foram vítimas de mensagens racistas pela internet. Entre elas, as cantoras Preta Gil e Ludmilla, Adélia do 'BBB', a atriz Taís Araújo e a jornalista Maju Coutinho denunciaram as agressões racistas que receberam.

MC Carol
MC Carol foi à delegacia denunciar os comentários racistas que está recebendo na internet - Reprodução/Facebook/mccaroldeniteroioficial

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias