Celebridades

Adriana Esteves relembra depressão por críticas negativas em 'Renascer': 'foram os anos mais difíceis da minha vida'

Escalada para viver Fátima, uma empregada doméstica que será presa depois que o vizinho esconde drogas em seu quintal, em "Justiça", nova trama das 23h da Globo, Adriana Esteves revela que nem sempre teve seu trabalho reconhecido.

Em entrevista à revista "Claudia" de agosto, atriz relembrou o início da carreira e as inúmeras dificuldades enfrentadas. Ela revela que as críticas negativas sobre sua atuação em "Renascer" (1993) acarretaram em uma depressão. "Foram os anos mais difíceis da minha vida", desabafou.

Hoje uma das atrizes nacionais mais requisitadas, Adriana soube transformar as dificuldades em aprendizado e conquistou uma carreira brilhante, eternizando personagens ícones como a vilã Carminha, de "Avenida Brasil". Ainda assim, ela se apavora quando aparece um novo convite.

"Sempre fico com medo quando chega um convite. Mas aí me cerco de conhecimento: vou estudar, ler, pesquisar. Aos poucos, ganho coragem e me jogo de vez".

matriarca

Casada há 12 anos com Vladimir Brichta e mãe de Felipe, 16, Vicente, 9, e madrasta de Agnes, 18, a atriz falou também sobre a vida em família.

"Tenho paixão por assumir o papel de matriarca, tomar conta do que me compete. Sinto-me responsável", conta.

"O que me encanta em Adriana, entre outras coisas, é a forma como ela conduz tudo a seu redor. É pelo afeto que ela se relaciona, trabalha, educa, namora, cobra", se derrete Brichta.

"Todo mundo tem problemas, mas eu foco na solução e sou feliz assim", finaliza a atriz.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem