Celebridades

'Desde menina queria parar de trabalhar cedo', diz Ana Paula Arósio

A atriz Ana Paula Arósio, 40, voltou de vez aos holofotes da mídia em 2015. Ela é capa da revista "Cláudia" de novembro, falando de sua carreira e família.

Sobre trabalhar na TV, a atriz disse à publicação que o importante é que o papel "dê tesão". "Não penso em voltar pa­ra um veículo ou outro. O papel tem que me inte­ressar. Se for bacana, com gente legal, que dê te­são, volto para a TV ou teatro daqui ou da China", afirmou.

Ela também comentou a "intensa" preparação para o filme em que trabalhou, prestes a estrear, e revelou que "desde menina queria parar de trabalhar ce­do para curtir a vida".

"É comum ouvir: 'Quando eu me aposentar, vou...', mas aí a pessoa está cardíaca, diabética, não consegue andar e gasta todo o dinheiro que juntou com hospital. Quis gastar comigo antes disso", opina Arósio.


A história da atriz é marcada pelo assédio da imprensa após sua decisão de passar cinco anos em "reclusão", sem responder a pedidos de entrevistas da imprensa, a partir de 2010, quando quebrou um contrato de novela com a Globo.

Surgiram inúmeros rumores, de sobrepeso a depressão, procurando explicar a decisão da global de ir morar em Santa Rita do Passa Quatro (SP). Hoje, ela mora em Londres com o marido, que é atleta de equitação.

Em 2014, ela apareceu na Globo para anunciar sua participação em "A Floresta que se Move", do diretor Vinícius Coimbra, que estreia em 5 de novembro. Ao anunciar o filme, ela voltou a dar entrevistas, inclusive para a Folha, na coluna da Mônica Bergamo (leia aqui ).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias