Celebridades

Mãe de filha adotiva de Agnaldo Timóteo dorme na rua onde o cantor tem apartamento

O cantor Agnaldo Timóteo, 78, mantém na rua Augusta um apartamento onde se hospeda quando não está no Rio, onde cria Keyty Evelyn, 9, a filha que adotou há quatro anos. Quem descer a mesma rua Augusta pode dar de cara com a mãe biológica da menina, Luciana Cardoso, 45, que atualmente não tem casa e passa dias e noites na rua.

"Luciana é a mãe da Keyty. Ela tem questões mentais e não consegue criar a filha", diz Timóteo, de sobretudo escarlate combinando com as calças e sapatos brancos, andando pela Augusta. Ele concordou em falar sobre a questão familiar depois de o "F5" conhecer Luciana, que se identificava como afilhada dele.

Crédito: Arquivo Pessoal O cantor Agnaldo Timoteo e a filha, Keyty Evelyn
O cantor Agnaldo Timoteo e a filha, Keyty Evelyn

Os dois se conheceram quando ele ainda era político e cumpria um mandato como vereador pelo Partido da República, em 2011. "Estava no meu gabinete, ela entrou e pediu uma vaga de creche para Keyty." Nesse dia, Agnaldo levou a menina para o plenário e, enquanto ele fazia um discurso sobre o sucateamento do sistema de ensino público municipal, a menina corria em meio aos vereadores.

"Foi ali que eu já me apaixonei pela menina. Me ofereci para ajudá-la, e a Luciana topou." No mesmo dia, levou mãe e filha para sua casa. Após algumas semanas, alugou para elas um apartamento no décimo andar de um prédio da Augusta, com "televisão na sala, televisão do quarto, máquina de lavar". Menos de uma semana depois, mãe e filha não estavam mais lá. "Chegaram 15 dias depois." Luciana desapareceu uma segunda vez, após menos de um mês.

Crédito: Divulgação Luciana Cardoso, que diz ter pedido ajuda a Agnaldo Timóteo quando ele era vereador e sua filha tinha dois anos
Luciana Cardoso, que diz ter pedido ajuda a Agnaldo Timóteo quando ele era vereador e sua filha tinha dois anos

A mãe de Keyty confirma a história narrada por Agnaldo. "Eu preciso ficar na rua porque assim meu trabalho é mais fácil. Eu cuido da segurança de todos os artistas da Virada Cultural e de outros eventos ao mesmo tempo. Junto com a Polícia Federal", diz ela, que namora outro homem em situação de rua, apelidado Taiguara em homenagem ao cantor de "Universo no teu Corpo", música que Timóteo regravou.

Um membro da família de Cardoso, que não quis ser identificado nesta matéria, afirma que procurou a Justiça, alegando que a mãe não estava apta a cuidar da filha. A guarda da menina acabou sendo delegada à avó materna. "E a avó, que não tinha condições para criá-la, deixou que eu criasse a menina", diz o cantor. "Agora tenho que oficializar isso, a papelada."

Crédito: Divulgação Luciana e o namorado, apelidado Taiguara
Luciana e o namorado, apelidado Taiguara

No ano passado, Timóteo decidiu se mudar para o Rio. Levou Keyty para sua casa, na Barra da Tijuca, onde diz que ela tem "motorista, professora de português e babás". A mãe afirma já ter viajado para ver a menina. "Ela ficou mais de três meses na minha casa no Rio, mas quis ir embora para São Paulo. Eu não posso impedir", diz Agnaldo, em um hotel próximo à sua casa paulistana.

Perguntado se gostaria que Luciana se tratasse para poder ver a filha crescer de perto, o pai adotivo responde: "É claro que quero. Mas não posso forçar ela a procurar ajuda. Eu não tenho como solucionar isso. Mas posso ajudar a Keyty."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias