Celebridades

Gregorio Duvivier pede desculpas por vídeo do 'Porta' considerado preconceituoso

Uma esquete do "Porta dos Fundos" sobre um homem enganado por um "falso travesti" gerou comentários negativos na internet, que levaram Gregorio Duvivier, um dos roteiristas, a pedir desculpas publicamente pelo vídeo.

Divulgado nesta quinta-feira (16) no canal do grupo de humor no YouTube, o filme mostra um homem revoltado ao descobrir que a pessoa que levou para a cama é, na verdade, uma mulher.

"Você passou a noite inteira se passando por travesti", reclama o personagem de Rafael Infante. "Com essa maquiagem de travesti, em um lugar onde só tem travesti. Na sua testa está escrito: 'Sou um traveco'."


Na página do canal no Facebook, alguns seguidores consideram a esquete preconceituosa. "Vocês que sempre aparecem criticando tudo me fazem um vídeo preconceituoso desse?", escreveu uma internauta.

"Erraram feio. [O vídeo] abriu mais brecha para o preconceito do que para a conscientização. É um assunto muito, muito delicado. Não dá nem de longe para brincar", disse outro.

Em seu perfil na rede social, Duvivier afirmou reconhecer que sua intenção inicial não funcionou no filme. "Gostaria de pedir desculpas a quem eu possa ter ofendido com o texto do vídeo. Respeito muito a luta pelos direitos trans. O objetivo do texto era inverter o preconceito. Não funcionou e acabou reverberando o velho preconceito vigente", avaliou.

"Não podendo excluir o vídeo do Youtube, porque envolve o trabalho de muita gente, vou excluí-lo da minha página e pedir as mais sinceras desculpas a todos os envolvidos. Prometo ser ainda mais cuidadoso quando o assunto é trans e ainda mais engajado na luta contra a transfobia. Escorreguei. Escorregamos. Desculpa."

Além de Duvivier, a ex-mulher do humorista, Clarice Falcão assina o roteiro da esquete. Ela não comentou o assunto na internet.


Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias