Celebridades

Depois de acidente, Bono teme nunca mais tocar guitarra

Selo BBC Brasil

O cantor Bono, do grupo U2, disse temer que jamais poderá voltar a tocar guitarra em consequência dos ferimentos sofridos em um acidente de bicicleta em novembro, nas ruas de Nova York.

Na ocasião, ele sofreu nove fraturas, seis delas no braço. Em uma carta, intitulada "A a Z de 2014", publicada no site oficial da banda, ele diz que está enfrentando dificuldades físicas para se locomover e que terá que se "concentrar com firmeza" para estar recuperado para a próxima turnê da banda.

O roqueiro irlandês afirmou que está tomando analgésicos há várias semanas. "Só posso culpar a mim mesmo pelo acidente", diz ele.

"Eu apaguei no impacto e não tenho memória de como fui parar no (hospital) New York Presbyterian com o (osso) úmero saindo pra fora da minha jaqueta de couro. Bem punk, as lesões."


O cantor de 54 anos revelou que agora tem um cotovelo de titânio e que sua recuperação está sendo bem mais difícil do que esperava. "Não está claro se poderei tocar guitarra de novo. A banda me informou que nem eles nem a civilização ocidental está dependendo disso", brincou.

"Pessoalmente sentirei muita falta de dedilhar minha (guitarra) Falcon irlandesa ou minha Gretsch. Apenas por prazer, ou para compor."

Ele diz que aprende com seus erros, acrescentando ter "descoberto que não sou um veículo blindado".

O cantor diz ainda que cancelou todos os seus compromissos e aparições públicas e que esta carta "será toda a comunicação que estarei passando na primeira metade de 2015, além dos resmungos".

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem