Celebridades

Não dá mais para ser fofo o tempo todo, diz Gianecchini

Depois de superar um câncer, o ator Reynaldo Gianecchini, 39, disse que só não recuperou o ritmo das noitadas.

De volta à televisão com o remake de "Guerra dos Sexos" e prestes a lançar a biografia "Giane", ele disse à revista "Gol Linhas Aéreas" que vive "um dia de cada vez e procuro descobrir a beleza que cada um desses dias me traz".

"Com a doença, a terapia e a chegada dos 40 anos, que por sinal está sendo ótima, eu fiquei mais seletivo. Aprendi a dizer não. Vi que não dá mais para ser fofo o tempo todo."

Sobre sua biografia,que deve chegar às livrarias em dezembro, ele comentou não ter a "pretensão de ensinar nada a ninguém. Por isso mesmo escolhi como título apenas o apelido pelo qual meus amigos me chamam. Eu não queria nada como 'a volta por cima' ou a 'trajetória de Gianecchini'."

O ator irá viver Nando, o motorista trapalhão e sedutor no remake de "Guerra dos Sexos". "É um personagem que se mete em confusão o tempo inteiro. Tudo dá errado para ele. Ele se acha feio, mas a mulherada é louca por ele. No decorrer da trama, ele vai se envolver com as personagens de Mariana Ximenez e Glória Pires."

Crédito: Felipe Hellmeister/Revista Gol Linhas Aéreas Inteligentes/Trip Editora Reynaldo Gianecchini disse que só o ritmo das noitadas ele não recuperou desde que se curou de câncer
Reynaldo Gianecchini disse que só o ritmo das noitadas ele não recuperou desde que se curou de câncer

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias