Bichos

Fotógrafo americano faz flagra impressionante de ataque de sucuri em jacaré

'Briga' aconteceu no Pantanal (MS)

Momento em que fotógrafo capta jacaré sendo atacado por cobra no Pantanal
Momento em que fotógrafo capta jacaré sendo atacado por cobra no Pantanal - Reprodução/@ksulli16
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um flagra impressionante do ataque de uma cobra sucuri contra um jacaré no Pantanal (MS) tem chamado a atenção e feito sucesso nas redes sociais.

As imagens foram registradas pelo fotógrafo americano Kim Sullivan que as publicou na sua conta do Instagram (veja abaixo). Na legenda da imagem, ele afirma que a “briga” teve como principal ataque um golpe no pescoço do jacaré.

Porém, após algum tempo, ambos saíram e cada um foi para um lado. O fotógrafo está acostumado a procurar por flagras como esse há mais de 20 anos. O registro foi feito em setembro.

Em outra postagem, também por terras brasileiras, Kim mostra uma onça capturando um jacaré para se alimentar e levar carne para os filhotes que aguardavam pelo almoço.

“Ela tem que fazer isso a cada poucos dias para manter esses filhotes em crescimento e famintos alimentados”, escreveu o fotógrafo na legenda.

A sucuri (Eunectes murinus) é a maior cobra constritora das Américas, grupo que inclui ainda as jiboias e as pítons. Ela ocorre em praticamente todo o território brasileiro, mas devido ao desmatamento, as populações desse réptil estão concentradas nas áreas preservadas da Amazônia, Pantanal e alguns fragmentos de cerrado.

Na dieta das sucuris fazem parte, principalmente, capivaras, outros mamíferos como cervos e filhotes de bovídeos e até onças-pintadas. Jacarés, como o da foto (Caiman latirostris, ou jacaré-do-papo-amarelo), também são com frequência presas das serpentes, mas por serem muito fortes e também revidarem, as tentativas nem sempre têm sucesso, como o caso do registro.

Já o jacaré-de-papo-amarelo é uma das duas espécies de jacarés que ocorrem na região do Pantanal, junto com o jacaré-do-Pantanal (Caiman yacare). As outras quatro espécies de crocodilianos que ocorrem no Brasil são jacaretinga (Caiman crocodilus), jacaré-anão (Paleosuchus palpebrosus), jacaré-coroa (Paleosuchus trigonatus) e o maior de todos, jacaré-açu (Melanosuchus niger), da região Amazônica.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem