Bichos

Coiote é morto após atacar criança de 3 anos em praia dos Estados Unidos

Guardas dizem que ataques desse tipo estão mais frequentes

Coiote é visto de longe em El Salvador - Jean-Paul Pelissier/ Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um coiote foi morto por guardas florestais após atacar uma criança de 3 anos em uma praia em Cape Cod, em Massachusetts, Estados Unidos. Segundo autoridades locais, esse é mais um entre vários incidentes registrados com coiotes na região.

O ataque aconteceu na noite da última quarta (12), mas veio à publico apenas agora, segundo a revista People. A vítima foi socorrida e encaminha ao hospital sem ferimentos graves. Já o animal foi morto, apesar de testes não detectarem raiva.

Segundo a Guarda Florestal, essa mudança no comportamento dos animais “começa com as pessoas alimentando os coiotes intencionalmente, deixando comida fora, ou inadvertidamente, não removendo restos de comida e embalagens da praia”.

“Isso faz com que os animais se habituem e ousem na tentativa de obter comida”, continuou em comunicado. “Quando os animais selvagens perdem o medo das pessoas, eles se comportam de forma imprevisível e agressiva”, concluiu.

No final de julho, uma mulher chegou a lutar contra um coiote por 10 minutos durante uma caminhada em Wellfleet, também em Massachusetts. O ataque foi filmado e ganhou os noticiários, já a mulher foi ajudada e não teve ferimentos.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem